Dois presos que fugiram logo após ataque a Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 6 (UPSL 6), antigo CDP do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, foram mortos em troca de tiros com a Polícia Civil, na terça-feira (23), na Vila Conceição, em São Luís do Maranhão.

Os foragidos foram identificados como Valdemir Laurindo Flores e Ronalth Correia Coelho, ambos assaltantes de banco e integravam o grupo que motivou a operação onde foram usados explosivos para abrir um buraco no muro do Complexo Penitenciário.

Ronalth Correia Coelho, vulgo “Bebezão”, estava detido em Pedrinhas desde janeiro deste ano e era o principal suspeito em liderar o bando que assaltou as agências do Banco do Brasil de Pedro Gomes e Sonora ocorridos em 2016 no Mato Grosso do Sul.

Dos 32 detentos que fugiram de Pedrinhas, 12 foram recapturados, cinco foram mortos e 15 ainda seguem foragidos.

MP com G1 Maranhão

Deixe uma resposta