Polícia abate Três homens queria iriam resgatar Marcelo “Piloto”

0

Três pessoas foram mortas no Presidente Franco durante uma operação do grupo de elite da Polícia Nacional. Os sobreviventes prepararam um ataque sem precedentes com armas pesadas para conseguir a libertação do perigoso narco Marcelo Piloto.

 

Nenhum agente foi ferido durante a intervenção. O Comandante da Polícia, Bartolomeu Báez, disse que três pessoas foram mortas em uma casa localizada em Presidente Franco.

 

Os sujeitos, cujas identidades ainda são desconhecidas, pertencem ao grupo criminoso Comando Vermelho. O comissário Abel Cañete, diretor de pesquisa, indicou que todos os falecidos parecem ser de nacionalidade brasileira.

 

Ele explicou que, inserindo os policiais habitação, foram recebidos com balas, então ele teve que responder com tiros. “Eles tinham intenções de realizar procedimentos que mereciam realizar uma intervenção urgente.

 

 

Apenas as três vítimas estavam na casa. Infelizmente, esse ponto foi alcançado “, disse ele à Rádio Monumental. Por sua vez, o procurador Hugo Volpe mencionou que obtiveram informações de inteligência sobre a presença de estrangeiros naquela casa.

 

 

Estes procuraram para executar o grupo especializado com um carro-bomba e neutralizar alcançar a segurança, digite ataque com armas anti-aéreas, a fim de resgatar o narco Marcelo Piloto, que foi capturado 11 meses atrás no Paraguai para a utilização de documentos falsos. Piloto é considerado um dos líderes do Comando Vermelho e tem até 20 condenações no Brasil, de onde ele escapou.

 

 

O agente fiscal mencionou que os já falecidos estavam celebrando na madrugada de quarta-feira e aproveitaram essa situação para atacar. “As pessoas estavam acordadas na parte principal do edifício (onde estavam bebendo e comendo carne assada).

 

 

Quando eles notaram a presença da polícia, eles reagiram contra a polícia e foram mortos “, disse ele. Ele mencionou que no estabelecimento encontraram armas poderosas, como um Ak-47 (capaz de transferir veículos blindados), rifle sniper, entre outros.

 

Ele também confirmou que em um carro eles encontraram 30 quilos de explosivos em gel. “O poder explosivo é muito forte, porque pode ser fatal. Seria como um carro-bomba, então saímos apressadamente do local para evitar alguma coisa. Agora os especialistas estão trabalhando “, acrescentou.

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações do Frontera Seca

Deixe uma resposta