Abril fecha com menor isolamento desde o início da pandemia em MS e governo não descarta lockdown

0

Mato Grosso do Sul registrou nesta quinta-feira (30.4) a menor taxa de isolamento social de abril. O recolhimento de apenas 31,9% da população acende o alerta vermelho, e a adoção de medidas mais duras não é descartada por autoridades estaduais como forma de preservar de vidas.

 

Isolamento X confirmados do mês de abril

 

O bloqueio total da movimentação, conhecido como lockdown, já foi mencionado pelo governador Reinaldo Azambuja. “Se nós não tivermos a consciência das pessoas de evitar sair de casa, nós vamos chegar a esse momento. É uma medida drástica, é radical, alguns países tomaram. Aqui no Brasil, alguns governos já estão olhando essa possibilidade”, declarou.

Segundo município em maior número de casos do Estado, Três Lagoas pode ser a primeira cidade sul-mato-grossense a adotar a medida. O diálogo pontual entre o Governo do Estado e os prefeitos municipais, com base no avanço de casos de Covid-19 nas cidades e o monitoramento do isolamento social, é que vai determinar a continuidade isolamento “parcial” ou bloqueio total da movimentação.

O cenário de aparente controle da pandemia que atualmente o Estado apresenta, com equilíbrio entre os infectados em quarentena e os já sem sintomas, pode ser modificado em poucos dias alerta a Secretaria de Estado de Saúde (SES). O período de incubação do vírus até o aparecimento dos primeiros sintomas do novo coronavírus no corpo humano, pode levar de 1 a 14 dias, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

Isolamento em MS

 

O isolamento social em Mato Grosso do Sul durante todo mês de abril fechou com média de 47,4%. A melhor adesão ao pedido de autoridades sanitárias para população permanecer em casa foi num domingo, dia 5 de abril, com índice de 64,3%. Esse foi o único dia do mês que o distanciamento social atingiu o percentual considerado bom pelas autoridades sanitárias do País e do Estado.

A maior movimentação de pessoas nas ruas e consequentemente a menor taxa para o mês foi da última quinta-feira (30.4) com 31,9%. O mesmo patamar foi registrado numa quarta-feira (15.4) com 39% e na quinta-feira (23.4) com 39,1%.

Na curva ascendente de infectados pela Covid-19, Campo Grande também registrou o menor isolamento social nesta quinta-feira (30.4) com percentual de 31,9%. A maior adesão da Capital para o mês foi num domingo, 19 de abril com 56%.

 

Coronavírus em números

 

Boletim epidemiológico atualizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) nesta sexta-feira (1.5) apresenta um avanço de 2,4% novos casos confirmados nas últimas 24 horas. Com a confirmação de seis novos casos, o Estado passou a contabilizar de maneira macro: 261 infectados, 38 casos em investigação e 9 óbitos. O documento detalhado pode ser conferido no site www.coronavirus.ms.gov.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui