“CPF cancelado”: homem que exibia tatuagem de palhaço morre em confronto com BOPE

0

Marcos Diego Campos Araújo, de 26 anos, morreu em troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), na noite desta segunda-feira (1), em Sidrolândia. Ele tinha a tatuagem de um palhaço em uma das pernas, que na linguagem criminosa representa envolvimento com roubo, formação de quadrilha e morte de policiais.

Conforme informações, equipe atuava pela cidade no contexto da Operação Hórus, desencadeada em todo o país para o combate ao crime organizado, quando se deparou com o homem em atitude suspeita. O município foi alvo da ação por ser “rota do tráfico” com estradas que ligam Ponta Porã, Maracaju e Campo Grande.

O local onde Marcos Diego estava fica na Rua Aquidauana, no centro de Sidrolândia, e seria ponto de venda de drogas, segundo a polícia. Ao avistar os militares, ele teria atirado iniciando o confronto. Baleado, o rapaz foi levado ao hospital da região, mas não resistiu.

Segundo o site Sidrolândia News, funcionários de saúde que prestaram o socorro disseram que Marcos Diego tinha três perfurações na altura do peito. Ele tinha a tatuagem de um palhaço em uma das pernas, que na linguagem criminosa representa envolvimento com roubo, formação de quadrilha e morte de policiais.

A pistola que Marcos utilizou foi apreendida e o caso foi registrado na Polícia Civil.

Laura Holsback

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui