Vereador pede inclusão de farmacêuticos e atendentes como prioritários na vacinação contra Covid-19

0

Após a apresentação do Plano Municipal de Imunização (PMI) contra o Covid-19 (Coronavírus) pelo secretário de Saúde da Capital, José Mauro Filho, o vereador Zé da Farmácia pediu que farmacêuticos e atendentes de farmácias possam ser incluídos nos grupos prioritários da vacinação contra a covid-19.

“Fizemos essa solicitação da inclusão dos trabalhadores das farmácias porque eles são os primeiros a ter contato com as pessoas infectadas pela covid-19 no atendimento ao receber a receita médica. Na rede de farmácias onde trabalho, já teve trabalhadores contaminados, que vieram a óbito e diversos contaminados em serviço, que tiveram que ser afastados do trabalho”, comentou o vereador Zé da Farmácia.

O vereador explica que as farmácias são as primeiras a serem procuradas em casos de suspeitas de covid-19.

“Com os sintomas do covid, diante a dificuldade da pessoa ter um atendimento médico em um posto de saúde ou hospital, o primeiro lugar que ela vai é na farmácia. Ela procura uma orientação farmacêutica. Os farmacêuticos também estão na linha de frente, ele que orienta quanto a fazer o teste da covid, a medicação para melhorar o sistema imunológico, consequentemente também os trabalhadores das farmácias como atendentes e caixas, que lidam diretamente com o público”, afirmou o vereador.

PMI
Durante a audiência, o secretário José Mauro apresentou ainda o cronograma e o detalhamento de distribuição das doses recebidas pelo município para os estabelecimentos de saúde e Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIS).

Na primeira fase, serão vacinados trabalhadores da saúde, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena aldeada. Na segunda fase, é a vez dos idosos de 60 a 74 anos.

Na terceira fase de imunização, pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da Covid-19 (como pacientes com doenças renais crônicas e cardiovasculares). E, por fim, professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

Serviço: Sistema de identificação – Para agilizar o processo de identificação das pessoas pertencentes aos grupos prioritários para imunização, a Prefeitura lançou o sistema de identificação online que pode ser acessado através do endereço: vacina.campogrande.ms.gov.br.

Os usuários terão que preencher um questionário com dados pessoais e no caso de profissionais de saúde anexar um comprovante, que pode ser a imagem da carteirinha do conselho de classe ou holerite e um documento oficial com foto para ambos.

A identificação não é um agendamento, mas garante atendimento mais rápido nos locais de vacinação e evita a formação de aglomerações. Quem não conseguir fazer a identificação não precisa se preocupar, pois a vacinação também poderá ser realizada

Deixe uma resposta