Bêbado e sem CNH, homem bate BMW e mata enfermeira na Capital; autor ainda tem 2 homicídios ‘nas costas’

0

Motorista identificado como Wilson Benevides de Souza, de 29 anos, foi preso em flagrante, na noite deste domingo (24), após provocar acidente e matar a motociclista Carla Jaqueline Miranda, 40 anos, na Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, no prolongamento da Presidente Ernesto Geisel, na região do Bairro Estrela do Sul, em Campo Grande.

Conforme informações do boletim de ocorrência, o responsável pelo acidente não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação), estava em uma BMW em alta velocidade e bêbado.

Ainda conforme registro, ele teria tentado fazer uma ultrapassagem quando bateu de frente com a moto Honda Biz, conduzida pela vítima.

Com o impacto, Carla foi arremessada por 10 metros e a moto foi destruída. O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que constatou a embriaguez.

Capivara criminal

É longa a ficha criminal de Wilson Benevides de Souza, 29 anos e sua vida no crime começou enquanto adolescente, aos 17 anos, onde respondeu por ameaça e receptação.

Ao completar a maioridade, aos 18 anos, ele foi preso por ameaça (violência doméstica). Aos 21 anos, foi abordado por dirigir sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Aos 22 anos cometeu seu primeiro homicídio, no dia 25 de dezembro de 2012, no bairro São Conrado. Em 2013, cometeu seu segundo homicídio, ele foi acusado de matar um homem em uma festa no Jardim Imperial, em Campo Grande. Ambos os homicídios foram cometidos com arma de fogo.

Wilson também tem passagens por calúnia, tráfico de drogas e lesão corporal (violência doméstica) em 2019.

Sua última ocorrência foi no domingo (24), quando, mais uma vez, sem CNH, dirigia uma BMW em alta velocidade e bêbado. Ele teria tentado fazer uma ultrapassagem quando bateu de frente com a moto Honda Biz, conduzida pela vítima Carla Jaqueline Miranda, 40 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui