Operação descobriu mega esquema em fazenda de Pavão onde até 10 aviões abasteciam cocaína por dia

0

Operação policial que ocorre no Paraguai e envolve também policiais do Brasil e Estados Unidos descobriu mega esquema de funcionava em suposta fazenda do narcotraficante  brasileiro Jarvis Chimenes Pavão. A propriedade com 20 mil hectares fica na fronteira com a Bolívia, na área conhecida como Agua Dulce, distrito de Bahía Negra, Chaco. 

Conforme o site ABC Color, o local era administrado pelo advogado Waldimiro Imas González, que foi preso na operação, mas parte foi alugada por Teresio López, que fugiu antes da chegada dos policiais. A estância é considerada um verdadeiro centro logístico do narcotráfico. 

A investigação descobriu que a organização criminosa fornecia cocaína a vários cartéis instalados em Amambay e Concepción, que enviavam a droga para os mercados consumidores brasileiro, europeu e carioca. 

O ponto da fazenda que servia de base de operações está localizado a 2.500 metros da linha de fronteira, possui uma pista de pouso bem compactada e equipada com iluminação e refletores para voos noturnos. 

Os vizinhos da fazenda confirmaram aos agentes antinarcóticos que entre quatro a dez aviões desciam ou saíam do local diariamente. Aeronaves bolivianas desciam a pista com 800 a 1.000 quilos de cocaína. Enquanto os demais monomotores chegavam ao local e sem desligar o motor, eram carregados com pacotes da droga e novamente alçavam vôo em direção à fronteira com o Brasil. 

Os criminosos também levavam a droga do local por via terrestre. Chegavam ao rio Paraguai e cruzavam de barco até a região leste. Ao mesmo tempo, os responsáveis pela organização se encarregavam de fornecer acetona, usada para alteração da cocaína, aos centros de produção de drogas da Bolívia. 

Durante a intervenção, também foram apreendidos 100 tambores de acetona, que estavam escondidos na propriedade. Foram deitdos Junnior Lesmo (25), Antonio Navarro Duarte (32), Darío Raúl Lesmo (43), Carlos María Sosa (33), Heriberto Chena Mancuello (47), Fabio Ignacio Cuenca (21), Roque Antonio Ferreira (43), Juan Carlos Díaz León Benítez, Albino Núñez Peralta, Porfirio Chávez Nunez, Sebastian Aquino e Porfirio Osorio, de acordo com o ABC Color.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui