7 dicas para cuidar do coração

0

O Dia Nacional do Cardiologista (14/08) foi criado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), em 2007, como forma de valorizar a especialidade e, além disto, lembrar das recomendações dos profissionais sobre a importância dos hábitos de vida saudável para a saúde cardiovascular. Cardiologista é o profissional da especialidade médica que cuida do diagnóstico e do tratamento de doenças e disfunções relacionadas com o coração e a circulação sanguínea.

 

Para manter qualidade da saúde cardiovascular, é importante ter algumas medidas em prevenção e, desta forma, evitar imprevistos. Veja 7 dicas para manter o coração saudável:

 

1 – Visite o cardiologista regularmente: tratar com um profissional em específico e regularmente ajuda a saber como, em particular, o coração funciona. Assim é possível entender fatores como pressão arterial e outros números importantes para conhecer a saúde cardiovascular. O ideal é que esse acompanhamento seja feito desde a infância, para que haja uma cultura de consultas periódicas.

 

2 – Sem estresse: o estresse é inimigo do coração. É importante aprender a desconectar de situações que mais aceleram a vida, pelo menos por um curto período de tempo, diariamente. O estresse aumenta a pressão arterial, o pulso cardíaco e os níveis de hormônios que podem prejudicar o organismo.

 

3 – Faça exercícios: 30 minutos de caminhada ao dia contribuem para fortalecer e manter a saúde cardiovascular. Como algumas pessoas possuem dificuldade para fazer atividade física continuamente, uma recomendação é chamar um amigo para caminhar junto.

 

4 – Abandone o cigarro: segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente, mais de cinco milhões de pessoas morrem em decorrência do cigarro, no mundo. O tabagismo está relacionado à mais de 50 doenças. Para a saúde cardiovascular, é fundamental abandonar o uso dessa substância.

 

5 – Durma bem: pessoas que dormem menos de sete horas por noite têm mais elevações de pressão arterial e níveis mais altos de cortisol, o hormônio do estresse, tornando as artérias mais vulneráveis ao acúmulo de placa bacteriana. Evitar cafeína depois do meio dia e desenvolver um ritual de desaceleração antes de dormir são maneiras de ajudar a pegar no sono.

 

6 – Amadureça o paladar: é necessário abandonar hábitos ruins de alimentação, deixando de comer alimentos lotados de açúcar, gordura e poucos nutrientes. Uma dieta pobre aumenta muito o risco de obesidade e diabetes e, por tabela, problemas cardiovasculares.

 

7 – Abandone o consumo de bebidas alcoolicas em excesso: o consumo de bebidas alcoólicas em grande quantidade, em um curto período de tempo, pode suscitar complicações difíceis de reverter. Portanto, é fundamental manter a moderação no consumo.

Dia do Cardiologista: 7 dicas para cuidar do coração

 

O Dia Nacional do Cardiologista foi criado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), em 2007, como forma de valorizar a especialidade e, além disto, lembrar das recomendações dos profissionais sobre a importância dos hábitos de vida saudável para a saúde cardiovascular. Cardiologista é o profissional da especialidade médica que cuida do diagnóstico e do tratamento de doenças e disfunções relacionadas com o coração e a circulação sanguínea.

 

Para manter qualidade da saúde cardiovascular, é importante ter algumas medidas em prevenção e, desta forma, evitar imprevistos.  No Dia do Cardiologista, celebrado nesta quarta-feira (14), veja 7 dicas para manter o coração saudável:

 

1 – Visite o cardiologista regularmente: tratar com um profissional em específico e regularmente ajuda a saber como, em particular, o coração funciona. Assim é possível entender fatores como pressão arterial e outros números importantes para conhecer a saúde cardiovascular. O ideal é que esse acompanhamento seja feito desde a infância, para que haja uma cultura de consultas periódicas.

 

2 – Sem estresse: o estresse é inimigo do coração. É importante aprender a desconectar de situações que mais aceleram a vida, pelo menos por um curto período de tempo, diariamente. O estresse aumenta a pressão arterial, o pulso cardíaco e os níveis de hormônios que podem prejudicar o organismo.

 

3 – Faça exercícios: 30 minutos de caminhada ao dia contribuem para fortalecer e manter a saúde cardiovascular. Como algumas pessoas possuem dificuldade para fazer atividade física continuamente, uma recomendação é chamar um amigo para caminhar junto.

 

4 – Abandone o cigarro: segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente, mais de cinco milhões de pessoas morrem em decorrência do cigarro, no mundo. O tabagismo está relacionado à mais de 50 doenças. Para a saúde cardiovascular, é fundamental abandonar o uso dessa substância.

 

5 – Durma bem: pessoas que dormem menos de sete horas por noite têm mais elevações de pressão arterial e níveis mais altos de cortisol, o hormônio do estresse, tornando as artérias mais vulneráveis ao acúmulo de placa bacteriana. Evitar cafeína depois do meio dia e desenvolver um ritual de desaceleração antes de dormir são maneiras de ajudar a pegar no sono.

 

6 – Amadureça o paladar: é necessário abandonar hábitos ruins de alimentação, deixando de comer alimentos lotados de açúcar, gordura e poucos nutrientes. Uma dieta pobre aumenta muito o risco de obesidade e diabetes e, por tabela, problemas cardiovasculares.

 

7 – Abandone o consumo de bebidas alcoolicas em excesso: o consumo de bebidas alcoólicas em grande quantidade, em um curto período de tempo, pode suscitar complicações difíceis de reverter. Portanto, é fundamental manter a moderação no consumo.

 

Deixe uma resposta