Conflito indígena em Aquidauana tem “tiro, porrada e bomba”

0

Imagens mostram índio ensanguentado e crianças desesperadas durante uma desocupação de uma área rural em Aquidauana.

Segundo as lideranças indígenas, sob o comando do prefeito de Aquidauana, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul foi promoveu o despejo forçado da comunidade indígena Kinikinau .

“Ação foi ilegal, sem ordem judicial deixando muitos indígenas feridos”, reclamam.

A reportagem recebeu áudios, fotos e vídeos que mostram crianças chorando desesperadas além de um índio idoso ferido. A reclamação é que os policiais chegaram já atacando com gás lacrimogêneo e balas de borracha.

O prefeito de Aquidauana Odilon Ribeiro comemorou a violência praticada contra os indígenas falando que era uma boa notícia “Brasília” mandar tirar a força sem mandado judicial. O áudio enviado à reportagem credita a ele a informação de que a ordem teria sido enviada de Brasília. A ação aconteceu ontem, 1 de agosto.

 

 

 

 

 

Com informações da A Onça

Deixe uma resposta