Após luta de Cel David, Governo garante novo curso de formação para PM/BMs

0

O Governo se comprometeu em convocar novos candidatos dos concursos da Polícia Militar, Bombeiro Militar e Polícia Penal no segundo semestre de 2020

 

Mais uma conquista para os candidatos do concurso da Polícia Militar, Bombeiro Militar e Policiais Penais de Mato Grosso do Sul. Na tarde desta terça-feira (10), o deputado estadual Coronel David (PLS) se reuniu com os futuros servidores da segurança pública para discutir as tratativas do aumento no quantitativo de vagas dos certames, onde o Governo se comprometeu em convocar todos os remanescentes para o segundo semestre de 2020.

 

“Hoje, junto com o deputado Barbosinha e a Aspra/MS (Associação dos Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de MS), realizamos uma reunião com o Governo do Estado, através do secretário de governo Eduardo Riedel, que representou o governador Reinaldo Azambuja a fim de tratar da ampliação das vagas dos concursos PM e BM. Conseguimos o compromisso do governo do Estado em convocar para o curso de formação todos os candidatos remanescentes até meados do segundo semestre deste ano e essa é uma grande conquista. O governo ainda verificará uma solução para a validade dos exames, havendo a possibilidade de mudar o prazo de seis para 12 meses. Os candidatos sub júdice receberão por parte da assessoria jurídica do governo a atenção devida para a resolução desta questão. Houve também a confirmação da nomeação de mais 160 candidatos da Agepen, que já realizaram curso de formação, que acontecerá em breve. Continuamos na luta pelos candidatos e pela segurança pública do MS”, afirmou Coronel David.

 

“Estamos no limite prudencial, mas sabemos a importância desta articulação e agradeço o deputado Coronel David por ser um interlocutor entre os candidatos, que atua com responsabilidade e compromisso com a segurança pública. Vamos trabalhar e é de grande interesse do Governo que os futuros agentes de segurança pública reforcem a segurança do nosso Estado”, destacou o secretário de Governo Eduardo Riedel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui