Assassino de ator e família viveu meses em Eldorado e ainda pode estar refugiado no Estado

0

Paulo Cupertino, apontado pelas autoridades policiais como o assassino do ator Rafael Miguel e dos pais dele viveu por cerca de oito meses escondido na cidade sul-mato-grossense Eldorado. Conforme suspeita, há possibilidade de ele ainda estar escondido no Estado, na região de Ponta Porã, divisa com o Paraguai. Paulo Cupertino está foragido da Justiça de São Paulo desde junho do ano passado, quando matou a família a tiros.

A possibilidade de ele estar na fronteira foi anunciada em reportagem da TV Record, no domingo (1). Em Eldorado, ele viveu em casa na região rural, sob a proteção do piloto de avião Alfonso Helfenstein e se passava pelo nome de Manoel.

Por lá, não levantava suspeita de envolvimento em crimes. Pessoas do convívio disseram que ele era um homem trabalhador e “gente boas”. Tinha o hábito de se reunir e por horas conversar com as novas amizades que construiu durante a fuga.

Imagem divulgada pela polícia monstra que ele mudou a aparência. Deixou a barba crescer, no entanto, era de praxe frequentar barbearia para apará-la e cortar os cabelos.

Cupertino conseguiu mais uma vez fugir e não é descartada a hipótese de fuga para o país vizinho. O piloto que deu cobertura a ele em Eldorado não foi encontrada e pode ser que esteja envolvido novamente na fuga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui