“Camisa 10”, pistoleiro do PCC é morto após confronto com o Choque na Capital

0

Jardel Angelo Wink Soligo, de 37 anos, acabou morrendo no final da tarde desta quinta-feira (31), na Vila Bordon, em Campo Grande, em confronto com a equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar da Capital. Jardel era conhecido por ser o principal pistoleiro do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Conforme o boletim de ocorrência, equipe do Batalhão de Choque realizava rondas na região quando percebeu atitude suspeita no carro que estava Jardel. De vulgo ‘camisa 10’, como era conhecido, demonstrou certo nervosismo com a presença da polícia e, mesmo com a ordem de saída, retardou a abordagem.

Jardel Angelo Wink Soligo, vulgo “Camisa 10”

Ao deixar o veículo, Jardel não obedeceu à ordem de permanecer com as mãos para cima e rapidamente sacou uma arma de fogo que estava na sua cintura. A atitude iniciou confronto entre a polícia e o pistoleiro, que acabou levando um tiro na região do abdômen.

Ferido, ele foi encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Almeida, mas a equipe médica que o atendeu relatou o óbito 40 minutos após sua chegada. Além da arma, uma pistola calibre 40, foi encontrado um celular e diversas munições intactas.

Contra ele, havia um mandado de prisão pelo crime de homicídio cometido neste mês de dezembro. Segundo informações da polícia, Jardel recebia ordens do presídio para executar internos na saída do presídio da Gameleira.

Investigações apontaram que ele era responsável por outras 4 execuções nos últimos meses na Capital. Porém, a Polícia Civil investiga se houve mais crimes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui