“Casa das primas”: mulheres são presas por extorquir cliente que teve conta superfaturada

0

Na manhã de sexta-feira (5), policiais civis da 1ª DP Bataguassu foram procurados por um senhor de 44 anos que narrou que durante a madrugada estava em um bar situado no Jardim São Francisco, onde também funcionaria uma casa de prostituição, e no momento de acertar o seu consumo, que teria sido em torno de R$ 300,00 teriam lhe apresentado uma conta no valor de R$5.000,00. O homem relatou ter se recusado em pagar o valor e teria passado a ser ameaçado gravemente com promessa de o agredirem fisicamente para conseguirem o valor.

Ele contou ainda que teria sido mantido em cárcere privado e por algumas horas foi ameaçado para pagar o referido valor. Os autores, segundo ele, teriam lhe subtraído as chaves de seu veículo, sua carteira com dinheiro e documentos pessoais e um violão, sendo que teria conseguido fugir do local e procurado socorro na unidade policial.

Em diligências, os policiais civis localizaram e identificaram parte dos indivíduos apontados como autores dos fatos, sendo realizada a prisão de três envolvidas nos fatos, recuperado o veículo e o violão da vítima.

Na 1ª Delegacia de Polícia, as três pessoas capturadas – de 33, 42 e 54 anos – foram presas em flagrante delito por extorsão e também por descumprimento de medida sanitária preventiva, uma vez que o estabelecimento estava funcionando em desacordo com a legislação sanitária municipal de combate e prevenção ao COVID-19.

As diligências terão continuidade visando apurar cabalmente os fatos, identificar outros envolvidos e localizar e apreender o restante da “res furtiva”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui