“Confio na inocência do meu filho, é melhor que investiguem”, declarou Reinaldo

0

Em solenidade na manhã deste sábado (21) na Sanesul, o governador Reinaldo Azambuja disse não temer a investigação contra seu filho Rodrigo Azambuja, autorizada essa semana pelo Trihunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Reinaldo afirmou que “investigado não é culpado”, e falou ainda em perseguição da parte do promotor.

Azambuja disse confiar na justiça, que segundo ele “comprovará a inocência do filho”, e constatou também que o promotor Marcos Alex está respondendo no Conselho Nacional do Minisatério Público (CNMP), que ouvirá as pessoas que estão no processo, para verificar como foi o procedimento.

O governador questionou de forma clara e sem papas na língua, a lisura da investigação, “desde a abertura do Procedimento de Investigação Criminal [PIC], no Ministério Público, várias questões são duvidosas, é só ver lá”, afirmou.

“Confio na inocência do meu filho, é melhor que investiguem”, declarou Reinaldo com clareza. E citou ainda o fato de também ter sido colocado como suspeito e depois ter sido absolvido por unanimidade, “só que aí os que te atacam o tempo todo, não dão uma linha”, alfinetou.

Havia uma denúncia contra o filho do governador Reinaldo Azambuja, por suposto envolvimento dele no roubo de veículo na BR-262 em 2017. O “plano” incluía ainda uma tentativa de homicídio de José Ricardo Gutti Gumari, apelidado de “Polaco”. Rodrigo já havia sido absolvido em primeira instância, porém essa semana, o Tribunal de Justiça aceitou o recurso do Ministério Público e o processo voltará para a primeira instância onde deve ser julgado.

Com informações do JD1 Notícias

Deixe uma resposta