Contribuição ao Meio Ambiente: crianças plantam 100 árvores no Parque das Nações Indígenas

Seguindo todas as recomendações de distanciamento social, crianças realizaram o plantio de 100 mudas nativas do cerrado no Parque das Nações Indígenas em Campo Grande.

0

Com as mãozinhas cheias de terra e o olhar de esperança ao colocar a muda em um dos buracos, preparados pela equipe do Imasul no Parque das Nações Indígenas, a pequena Débora de Castro Oliveira de apenas cinco anos sabe o valor do cuidado e carinho que devemos ter com a natureza. Uma das lições que a pandemia de Coronavírus vem nos ensinando é que precisamos olhar com mais carinho para o ambiente que vivemos. Com base nesse conceito, o Instituto tamojunto em parceria com a empresa Águas Guariroba e o Imasul realizaram na manhã último sábado, mais uma etapa do plantio de mudas nativas do Cerrado no Parque das Nações Indígenas.

A ação que faz parte do calendário anual do instituto seria inicialmente para o plantio de 500 mudas. Mas, para evitar aglomeração, especialmente neste momento da pandemia apenas algumas crianças foram selecionadas para realizar o plantio.

Além de ampliar a área verde do parque considerado um dos maiores parques naturais localizado em área urbana da América Latina, a ação tem o objetivo de despertar o cidadão, especialmente as crianças, para esse cuidado com o meio ambiente.

Mayara Marques fez questão de levar os dois irmãos mais novos para que eles tenham essa consciência de valorizar o meio ambiente em que vivem e mais, que eles são responsáveis pela preservação de meio ambiente. “Sempre acreditei que é de pequenino que aprendemos as grandes lições da vida. São os exemplos que nos ensinam e é esse exemplo que quero passar a ele”, definiu.

Segundo o presidente de honra do Instituto tamojunto, Carlos Alberto de Assis o projeto tem o objetivo de despertar a importância do cuidado com o meio ambiente. “Durante toda nossa vida, tudo o que fazemos é tirar recursos do nosso planeta, através do consumo, e não temos um hábito de regenerar, de repor o que tiramos. Seja em forma do plantio de novas árvores, seja em forma de carinho com aquelas que já produzem para nos alimentar”, define. É importante inserir na consciência das crianças que a gente precisa cuidar do que ama e o meio ambiente está inserido nesse contexto, é a nossa casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui