Eduardo Riedel se reúne com vereadores e anuncia investimentos de R$ 60 milhões na Capital

0

O secretário de Estado de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel, se reuniu com os vereadores de Campo Grande, nesta terça-feira (22), e anunciou um pacote de obras que totaliza R$ 60 milhões para a Capital. Do total, serão cerca de R$ 45 milhões para a construção do novo acesso à região das Moreninhas e outros R$ 15 milhões para outras obras prioritárias, que serão definidas em diálogo entre a Câmara Municipal e a Prefeitura.

“Nosso governador está pensando em Campo Grande, e os vereadores também, no desenvolvimento e crescimento da cidade. [O secretário] vem trazer mais de R$ 60 milhões em obras para Campo Grande. Destes, R$ 15 milhões vamos escolher as áreas prioritárias com a Prefeitura. Onde os vereadores entenderem que é relevante, vamos escolher junto com o prefeito. Com essa interlocução, quem ganha é o povo de Campo Grande”, disse o presidente da Casa, vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão.

O novo acesso, pleito dos mais de 40 mil moradores da região, é pauta antiga na Câmara Municipal. Ele será possível com o prolongamento da Avenida Rita Vieira até a Guaicurus. Dali, a nova via atravessa os bairros Rouxinóis, Concórdia, e Jardim das Perdizes, chegando aos fundos do Kartódromo Ayrton Senna. As ruas próximas na região das Moreninhas também serão asfaltadas.

Segundo Riedel, o Governo do Estado tem respeitado o que as lideranças regionais apresentam como prioritário nas cidades. “Temos feito um governo de ouvir os municípios para entender as prioridades. Nada mais justo que ouvir as câmaras municipais junto com as prefeituras, e o desenvolvimento do Estado passa pelo desenvolvimento do município”, disse. “Hoje, ouvimos os vereadores para direcionar os investimentos do Governo em Campo Grande conforme prioridade dos seus cidadãos, através desse diálogo com o Legislativo”, completou.

O ex-vereador e atual titular da Secic (Secretaria Estadual da Cidadania e Cultura), João César Mattogrosso afirmou que o Governo está atento às demandas das cidades. “O governo realmente está atento. Ouvindo mais, vamos errar menos. Viemos até casa do povo, com os vereadores, que estão na ponta, e isso facilita nosso trabalho no planejamento e execução das próximas atividades”, considerou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui