Em operação especial, Agepan aborda mais de 300 veículos e emite sete autuações

Operação Especial de Feriado flagra motorista embriagado, transporte irregular e emite sete autuações

0

Com objetivo de combater o transporte clandestino de passageiros, verificar as medidas de biossegurança para o transporte intermunicipal e controlar a movimentação de pessoas nas rodovias de Mato Grosso do Sul, a Agência Estadual de Regulação do Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul em parceria com o Detran e a Sejusp realizaram entre os dias 3 e 6 de junho, a Operação Especial de Feriado com a abordagem de mais de 300 veículos nas rodovias estaduais.
As infrações flagradas resultaram na emissão de sete autos de infração, de um total de 314 abordagens.

As equipes atuaram em 7 localidades:

• Campo Grande
• Dourados
• Três Lagoas
• Naviraí
• Ponta Porã
• Sidrolândia
• Jardim

Na Capital, a fiscalização flagrou um motorista de van que realizava o transporte de 17 passageiros dirigindo embriagado. Além dele, outro motorista foi flagrado e acabou preso em flagrante por estar sob efeito de bebida alcoólica que ultrapassava 0,3 mg/L. Um veículo a serviço do aplicativo Buser, com destino a cidade de Corumbá foi autuado por cobrança de valores indevidos e sem autorização específica.

“Quando nos deparamos com este tipo de situação, a empresa é notificada e exigido que imediatamente tome as providências necessárias para sanar o problema no local”, explica o chefe de fiscalização da Agepan, Hélio Leite Silva.
No sul, região de Dourados a fiscalização contou com apoio da Guarda Municipal de da Agetran no Posto da Polícia Rodoviária Federal e na Avenida Presidente Vargas.

Fretamento Contínuo
Ao fazer o transporte remunerado de pessoas entre municípios, de forma contínua, a serviço de qualquer contratante, o transportador precisa estar regularizado na Agepan e emitir as devidas Licenças.

No município de Naviraí, um ônibus a serviço do aplicativo Buser, com 19 passageiros embarcados, realizando o itinerário Ivinhema – Naviraí foi autuado por não portar Licença de Fretamento Contínuo e utilizar veículo não registrado na Agepan. Foram lavrados dois autos de infração.
Segundo Carlos Alberto de Assis, diretor-presidente da Agepan o sucesso da operação é o resultado de um trabalho integrado das forças de segurança, Detran e Agepan. “Uma grande operação que além de motoristas alcoolizados que colocariam vidas em risco, e a constatação de transporte irregular com veículos não cadastrados, refletiu a preocupação da administração estadual com a segurança nas rodovias e o cumprimento efetivo das medidas de biossegurança especialmente nesse momento tão difícil da pandemia de coronavírus”, definiu Assis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui