Executado com 10 tiros teria matado desafeto por levar soco na cara

Gabryel foi morto na saída de conveniência com 10 tiros no bairro Campo Nobre, na noite de quinta-feira

0

Gabryel de Oliveira da Silva, conhecido como Tatu, 23 anos, que morreu na noite desta quinta-feira (24), após deixar uma conveniência no bairro Jardim Campo Nobre, em Campo Grande, teria sido o responsável pela morte de desafeto também em uma conveniência do bairro.

Conforme informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para ir até à conveniência localizada na Rua Luiz Gustavo Ramos de Arruda, no dia 24 de agosto, diante da informação de homicídio.

No comércio, os policiais encontraram Luiz André Alves Vitório, 32 anos, já sem vida.

Uma testemunha, que estava no local, de 19 anos, contou que estava consumindo bebida com Luiz, quando Gabryel apareceu e, através de uma fresta no portão social, pediu um cigarro e logo após teria dito para a vítima “na cara de homem não se bate”.

Ainda conforme a testemunha, depois disso, Gabryel teria efetuado três disparos de arma de fogo contra Luiz, que chegou a correr, mas acabou caindo e não resistiu aos ferimentos.

Outras testemunhas confirmaram que Luiz e Gabryel teriam discutido horas antes do crime.

O caso estava sendo investigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui