Força-tarefa contra incêndios florestais será desativada em MS

0

Com base nos sobrevoos realizados nesta sexta-feira pela aeronave do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal e pelo helicóptero da Polícia Militar de São Paulo, a força-tarefa de combate aos incêndios florestais em Mato Grosso do Sul será desmobilizada no sábado (28), a partir das 10h. Verificou-se que os focos de calor foram extintos no Pantanal, onde ocorreram as queimadas mais intensas desde o mês de agosto.

 

“O monitoramento aéreo e o trabalho de rescaldo nas últimas 72h nos deram tranquilidade para a tomada de decisão”, informou o tenente-coronel Huesley Pinto da Silva, que esteve à frente da Sala de Situação do Sistema de Comando de Incidentes (SGI), montada no quartel do Corpo de Bombeiros de Aquidauana. A partir deste sábado, segundo ele, a vigilância e a operação anti-incêndios serão assumidas por cada unidade do Corpo de Bombeiros.

 

Último foco

 

O SGI deliberou também que o helicóptero “Águia 14”, cedido pelo Governo de São Paulo, retorna à sua base no sábado, enquanto o avião “Nimbus”, do Distrito Federal, permanecerá no Estado até domingo (29). A força-tarefa, criada com a decretação da situação de emergência pelo governador Reinaldo Azambuja, contou com a participação de quase 500 brigadistas, sendo 300 somente do Corpo de Bombeiros do Estado e 34 da corporação do Distrito Federal.

 

Os últimos combates por terra contra incêndios florestais no Pantanal ocorreram na quinta-feira. Após sobrevoos do “Águia 14” e do “Nimbus”, foi identificado um pequeno foco na Fazenda Porto Ciríaco, entre os pantanais de Corumbá e Aquidauana, extinto após ação de uma equipe de brigadistas transportada ao local pelo helicóptero. As frentes de combate permanecerão em alerta até este sábado, quando deverão ser desmobilizadas.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui