Garras prende mais 3 integrantes que cavaram túnel para roubar cofre do Banco do Brasil. Operação aconteceu em outros estados

0

Equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros) prenderam neste final de semana, pelo menos mais três pessoas envolvidas na tentativa de roubo ao cofre do Banco do Brasil, no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande – MS. As prisões ocorreram em estados da Região Sul, Sudeste e Centro-oeste, sendo um dos presos um dos “cabeças” do bando.

 

O caso

 

Depois de seis meses de investigações, policiais do Garras estavam na região do Monte Castelo, onde fica localizada a casa usada para escavação do túnel. Eles perceberam movimentação suspeita no local e decidiram fazer a atuação para desmantelar a organização criminosa.

 

Por volta da 1 hora do dia 22 de dezembro, a equipe voltou ao local e percebeu um grupo deixando a casa em um caminhão e uma Hilux. A equipe viu os carros na Rua Dollor Ferreira de Andrade, esquina com a Rua do Rosário, quando foi feita a primeira abordagem. O motorista do caminhão, Bruno, jogou o veículo contra um dos policiais que reagiu e atirou.

 

Bruno ainda conseguiu fugir num primeiro momento e em seguida foi feita abordagem aos ocupantes da Hilux, Antonio de Melo, o Barba, e José Willian Nunes Pereira, que estavam com pistolas em punho e atiraram contra os policiais. Os disparos foram revidados e eles chegaram a ser encaminhados para a Santa Casa, deram entrada na área vermelha, mas não resistiram aos ferimentos.

 

Os policiais conseguiram localizar Bruno já nas proximidades da Santa Casa, buscando por atendimento médico. Ele foi preso em flagrante. As equipes fizeram buscas na casa no Zé Pereira e prenderam Eliane, Wellington, Lourinaldo, Francisco e Robson. Já em outra casa na Rua Iguassu, no Amambaí, foi detido Gilson.

 

 

Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui