Governo investirá R$ 1,2 milhão em obra que será executada no Jardim Morumbi, garante Secretário Carlos Assis

0

 

O Governo do Estado, por meio da Agência de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul), deve retomar a obra de drenagem e pavimentação no bairro Jardim Morumbi, em Campo Grande. Serão 1.303 metros de extensão, englobando quatro ruas que serão asfaltadas, com investimento que ultrapassa R$ 1,2 milhão.

 

Além da pavimentação asfáltica, serão construídas rampas de acessibilidade para atender pessoas com mobilidade reduzida e pedestres que utilizam veículos de transporte manuais.

 

Em visita ao local, o secretário especial de gestão política da Capital, Carlos Alberto de Assis, destacou a importância do bom andamento da obra. “É como ter obra em casa, é um transtorno quando está acontecendo, mas depois que fica pronto é uma maravilha. Sabemos que esse é um sonho de anos dos moradores da região, e estaremos juntos com a Agesul acompanhando tudo de perto, até que seja concluída e entregue para a população”, afirmou.

Assis durante vistoria na obra

 

Maria Aparecida trabalha em um dos imóveis, e já visualiza o futuro com a obra totalmente concluída. “É um asfalto sonhado por todos os moradores. Quando chove é só barro, e se não chove é uma poeira sem fim. Para quem trabalha limpando essas casas, o serviço vai render muito mais”, comemora.

 

O bairro Morumbi está localizado às margens da Avenida Interlagos, na região urbana do córrego Bandeira. Integram o cronograma de pavimentação, as ruas Platina, Mario Carrato, Campo Belo e Dom Duarte da Costa. O valor da obra está orçado em R$ 1.218.735,53 provenientes de emenda federal e contrapartida do Estado.

 

Pausa na obra

 

Para garantir a qualidade da obra, é necessário o trabalho conjunto da Agesul com a empresa Águas Guariroba que precisa concluir o serviço de saneamento na região, para que os serviços de drenagem e pavimentação sejam retomados no local.

 

Conforme os técnicos da Agesul, a obra foi iniciada, mas precisou ser interrompida para que a Águas Guariroba executasse a rede esgoto, conforme acordado em documento enviado pela Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos (Agereg).

 

Por outro lado, a Águas Guariroba informou que precisou paralisar temporariamente os serviços devido as chuvas que atingiram a Capital no mês de janeiro. Conforme a empresa de saneamento, o serviço será finalizado nos próximos dias, se a chuva não atrapalhar.

 

Prazos

 

A obra deverá ser concluída no mês de junho, podendo inclusive, ser entregue antes do prazo, de acordo com engenheiros da Agesul. A Rua Luziânia, transversal a Rua Dom Duarte da Costa, ficou fora do cronograma atual de pavimentação, mas a Agesul já contratou o projeto para a execução da obra.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta