Grupo armado invade residência e executam ex-político com cerca 190 tiros de fuzil

0

Conforme informações do site porãnews, a vítima foi identificado como, Francisco Chimenes, mais conhecido como “Chico Gimenes” que se encontrava com prisão domiciliar após ser preso pela Polícia Federal de Ponta Porã, durante uma suposta reunião de uma facção criminosa em sua residência, onde ele e mais 11 pessoas foram presas no dia 07 de dezembro do ano passado e colocado em liberdade em razão da idade e de doença, o mesmo segundo informações foi executado na madrugada de quinta feira (17) por volta das 03:00hs, quando chegaram aproximadamente 16 pistoleiros fortemente armados com armas de guerra a bordo de quatro veículos, dois fecharam as entradas da rua e dois invadiram a residência, situada na rua Calógeras, derrubando o portão, onde os pistoleiros anunciaram ser policiais e quando Chico Gimenes saiu na janela teria recebido os primeiros disparos de fuzil do calibre 7.62 dos 190 disparos realizados pelos pistoleiros.

 

A ação, segundo a polícia, teria sido perpetrado por um grupo fortemente armados que visam acabar com a estrutura do narcotraficante Jarvis Chimenes Pavão atualmente preso em uma penitenciária federal do Brasil após ser extraditado do Paraguai onde se encontrava preso, os pistoleiros após o violento ataque durante a madrugada fugiram a bordo dos quatro veículos que foram queimados na região do distrito de Sanga Puitã a uns 15 km da cidade de Ponta Porã.

 

Segundo os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Policia Civil, manifestaram que seriam aproximadamente 16 pistoleiros que chegaram a bordo dos quatro veículos e invadiram a residência, os mesmos estariam preparados para fazer frente a qualquer tipo de ação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui