IPEMS mantém Odilon na liderança e coloca Azambuja e Puccinelli no ‘tapa’ pelo segundo lugar

0
33

Odilon abre quase 9 pontos percentuais na disputa pelo governo de MS

 

Levantamento feito pelo IPEMS (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul) entre os dias 14 e 20 de abril, com 1.200 eleitores de 40 municípios, revela que, se as eleições fossem hoje, o pré-candidato do PDT ao governo do estado, Juiz Odilon, teria 33,94% das intenções de voto, 8,44% a mais que o segundo colocado, o atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), com 25,50%. Em terceiro lugar está o ex-governador André Puccinelli (PMDB), com 25,43% e em quarto o pré-candidato do PT, ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci, com 2,58%. Não sabem, não responderam ou manifestaram o desejo de votar em branco ou anular o voto 12,55%.

 

Em Campo Grande, maior colégio eleitoral de Mato Grosso do Sul, Odilon tem 36,47 % das intenções de voto, seguido de André Puccinelli, com 27,24%, Reinaldo Azambuja, 21,81 % e Humberto Amaducci, 1,75 %. No interior, o pré-candidato do PDT aparece com 32,58%, Azambuja vem em segundo com 27,48%, Puccinelli em terceiro com 24,47% e Amaducci em quarto (3,03%).

 

A pesquisa, que tem margem de erro de 2,83% para mais ou para menos, foi publicado na edição desta segunda-feira (23) do jornal Correio do Estado e está registrada no TRE\MS sob o número 09406\2018.