Irmã de veterinário que matou ex-cunhado tinha medida protetiva; autor alegou que “sangue subiu”

0
Erick foi morto a tiros na frente do filho

A irmã de José Bernardino Prado Lo Pinto, 25 anos, o veterinário que matou o ex-cunhado Erick Wagner Batista Inserra, 41 anos, tinha medida protetiva contra o ex-marido.

Em depoimento, José alegou à polícia que Erick era agressivo no casamento que há cerca de um ano havia acabado. Devido ao comportamento do ex, a irmã havia pedido intervenção policial para garantir a sua proteção. 

Erick foi morto a tiros na frente do filho

O crime ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (2), na frente da casa do autor na rua Riachão, no Coronel Antonino, em Campo Grande.

Ao justificar o crime, José Bernardino alegou que o “sangue subiu” ao ser provocado pelo ex-cunhado. Segundo ele, o sobrinho que inclusive viu o pai ser morto, havia entrado na casa para pegar o videogame antes de ir embora com o pai e neste momento Erick teria dito “o que você está olhando, seu bosta?”. 

Este teria sido o estopim de discussão acalorada que havia começado mais cedo, sobre os bens patrimoniais da família, envolvendo a mãe dele. José Bernardino entrou na casa e saiu armado com revólver 22 efetuando disparos. Erick foi atingido por pelo menos quatro tiros e morreu no local. 

José Bernardino foi preso em flagrante e passará por audiência de custódia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui