Irmã do Juiz Odilon morre em casa com suspeita de Covid-19; vítima recebeu kit-covid

0

Irmã do juiz Odilon de Oliveira, de 67 anos, morreu em casa na manhã desta terça-feira (8) com suspeita de Covid-19, segundo ele. A mulher estava se sentindo mal nos últimos dias e diante da piora, no sábado (5), chegou a buscar atendimento médico no posto de saúde do bairro Coophavilla II, porém teria sido liberada.

À reportagem, o juiz contou que a irmã sentia muita falta de ar e fez o teste do novo coronavírus na ocasião da consulta, porém foi liberada com kit-covid para se medicar em casa. “Não houve melhora. A situação foi se agravando. Hoje, pela manhã, ela foi encontrada morta na cama. É mais uma amostra de que o SUS está falido no Brasil inteiro. O médico sequer tinha a opção de internar, pois não há vaga no sistema único de saúde. O doente pobre termina morrendo em casa”, reclama o juiz Odilon.

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) confirmou o atendimento da paciente, no domingo. Segundo as informações ela não apresentava critério clínico para internação com quadro considerado estável e, portanto o médico recomendou o isolamento e receitou as medicações. O exame dela de Covid-19 ainda não teve o resultado liberado.

Matéria atualizada às 15h30 para acréscimo de informações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui