A Fiems lançou, na tarde desta terça-feira (16/05), em reunião no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), a edição 2017 da Ação Cidadania. Pela primeira vez, os atendimentos gratuitos nas áreas de saúde, cidadania, educação e cultura serão levados para cinco municípios de Mato Grosso do Sul e, além da Capital, a iniciativa está confirmada em Ponta Porã, Dourados, Coxim e Aparecida do Taboado.

A exemplo dos dois primeiros anos, quando recebeu 17.705 pessoas e promoveu 73.191 atendimentos, a ação contará com apoio de 35 parceiros da iniciativa pública e privada que já confirmaram adesão ao projeto. Na reunião, prefeitos e representantes das cidades com o presidente Sérgio Longen assinaram o termo de parceria para realização da Ação Cidadania.

Segundo o cronograma, a primeira Ação Cidadania está agendada para o dia 8 de julho, em Ponta Porã, dia 19 de agosto em Campo Grande, dia 23 de setembro em Dourados, dia 7 de outubro em Coxim e dia 18 de novembro em Aparecida do Taboado.

Municípios

O prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad, avaliou que a Ação Cidadania preenche lacunas deixadas pelo poder público. “Nós, como indivíduos, conhecemos na teoria o que é ser um cidadão, ter direitos e deveres. Mas, e a ação? A ação é o que a Fiems e a TV Morena estão fazendo, levando atendimento para que todos, de fato, se sintam cidadãos. Sabemos que o poder público tem muitas deficiências, demandas represadas, e ações como estas as levam para o alcance do grande ao pequenino. Oferecer ao ser humano a essência da cidadania traz muito orgulho e alegria para Campo Grande”, destacou.

O prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo, agradeceu as ações que a Fiems vem realizando no município, especialmente no que diz respeito a industrialização na faixa de fronteira. “A Fiems trará para nossa cidade mais uma ação para todos os 90 mil habitantes, e tenho certeza que não só eles serão beneficiados, mas todos os nossos irmãos brasiguaios, e os municípios da região do Conesul como um todo”, comemorou.

Representando o prefeito de Coxim, Aloizio São José, o secretário municipal de Gestão, Rufino Tigre, afirmou que são raras as ocasiões em que ações deste porte chegam à cidade. “Lá é uma cidade de 35 mil habitantes e existem os ribeirinhos, uma população menos favorecida. Muitas pessoas não conseguem ter acesso a este tipo de serviço, tem dificuldade de ir até o cartório e a Ação Cidadania facilita e ajuda estas pessoas”, disse.

O secretário municipal adjunto de Saúde de Dourados, Carlos Augusto Ferreira, falando em nome da prefeita Délia Razuk, disse estar otimista com a passagem da Ação Cidadania. “É uma oportunidade para que a população dos bairros tenha ao alcance serviços essenciais para o dia a dia, mas que, muitas vezes, elas deixam de fazer uso em razão de dificuldades de transporte, entre outros”, finalizou.

Uma das parceiras do Ação Cidadania presentes na reunião, a proprietária do laboratório Analisa Diagnósticos, Fernanda Faleiro, afirmou que participa da ação há dois anos por se tratar de um trabalho de solidariedade. “Uma coisa que me chamou bastante atenção no ano passado foi a gente diagnosticou uma jovem de 16 anos como soropositiva, demos encaminhamento e toda estrutura, indicamos médicos. É isso que faz tudo valer a pena, e estamos à disposição para o que for preciso”, atestou.

O Programa

Na primeira etapa, a Ação Cidadania leva à população os serviços de saúde, cidadania, educação e cultura oferecidos pelo Sesi, enquanto em um segundo momento são disponibilizados cursos gratuitos de qualificação profissional do Sesi e Senai e o encaminhamento de estudantes para estágio pelo IEL.

Durante a Ação Cidadania são oferecidos, ao longo do dia, atendimentos em diversos serviços, que incluem aferição de pressão arterial, orientação sobre escovação com entrega de kit odontológico, consultas médicas, emissão de Carteira de Trabalho, CPF, RG e Título Eleitoral, orientação jurídica, corte de cabelo, pintura facial, brinquedos infláveis, sorteio de brindes, entre outros.

Deixe uma resposta