Municípios estão sendo atendidos pelo governador do MS   

0

Nesta sexta-feira (13.9) acontece o segundo dia do Governo Presente e será a vez de outros sete municípios serem atendidos no gabinete montado na Coordenadoria Regional de Educação, em Três Lagoas. O governador Reinaldo Azambuja receberá prefeitos e lideranças de Selvíria, Brasilândia, Paranaíba, Cassilândia, Ribas do Rio Pardo, Bataguassu e Figueirão.

 

 

Aproximar o Governo de Mato Grosso do Sul das demandas da população no interior. Com esse objetivo teve início nesta quinta-feira (12.9) o Governo Presente, com Reinaldo Azambuja e secretários cumprindo expediente em Três Lagoas e atendendo os prefeitos e lideranças da região.

 

 

A estreia do programa, que vai percorrer todo o Estado, foi aprovada pelos representantes municipais. Para eles, é mais uma oportunidade de tratar das necessidades da população em audiências individuais diretamente com o governador e a equipe estadual.

 

 

“Estamos ouvindo as pessoas. Não estão só os prefeitos, mas todas as lideranças. Vamos receber os 79 municípios e percorrer todas as regiões do Estado, preparando esse pacote de investimentos. Cada cidade tem a sua prioridade, por isso, é importante escutar os prefeitos, que são os legítimos representantes”, explicou o governador Reinaldo Azambuja.

 

 

No primeiro dia, sete municípios estão sendo atendidos: Inocência, Aparecida do Taboado, Paraíso das Águas, Três Lagoas, Chapadão do Sul, Água Clara e Santa Rita do Pardo.

 

 

Para o prefeito Ângelo Guerreiro elogiou a iniciativa. “Essa ação nos facilita e nos fortalece. Dificilmente, jamais visto uma ação como essa. Ouvir não somente os prefeitos, mas os vereadores e os secretários municipais. Isso é importante. O Governo do Estado tem 79 municípios para atender, em um momento de crise que o país está passando, e mesmo assim está atendendo todos, independentemente de bandeira partidária. Isso nos tranquiliza. Quem ganha é a população”, declarou.

 

 

Acompanham os atendimentos os secretários Sérgio de Paula (Política e Gestão Estratégica); Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica); Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar); Maria Cecília Amendola da Motta (Educação); Geraldo Resende (Saúde); e os secretários-adjuntos de Justiça e Segurança Pública, Ary Carlos Barbosa, e de Infraestrutura, Luis Roberto.

 

 

Deixe uma resposta