Na Fronteira, brasileiro é preso com fuzil Ak-47, pistola e munições em investigação de chacina

As armas e munições foram apreendidas com Flávio que é investigado em chacina no Paraguai. (Foto: Divulgação)

0

Investigadores da Polícia Paraguai que trabalham para tentar desvendar os últimos homicídios ocorridos na fronteira do Paraguai com o Brasil, inclusive uma chacina onde quatro pessoas foram mortas esta semana, prenderam na tarde deste sábado (28) em Pedro Juan Caballero, o brasileiro Flávio Arruda Guilherme de 31 anos.

Flávio, que é natural do Estado de São Paulo e possui vários antecedentes criminais, foi localizado em uma residência no Jardim Aurora e no porta malas do carro dele, um Jeep Renegade, foram localizados um fuzil AK-47, vários carregadores, uma pistola Glock, dezenas de munições para as duas armas, celulares e várias folhas de caderno com anotações.

Segundo as autoridades paraguaias, Flávio teria ligações com os sequestros e os homicídios de quatro jovens. Os corpos foram encontrados em uma cova rasa na periferia de Pedro Juan Caballero e no dia anterior dois carros que pertenciam as vítimas foram encontrados queimados.

 

O caso segue sendo investigado e as mortes são atribuídas a facções criminosas que agem na região de fronteira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui