No segundo turno: pesquisa aponta Odilon ‘no braço’ com Tio Pucci ou Azamba

0
52

Pesquisa do instituto Ipems divulgada na terça (19) pelo jornal Correio do Estado aponta que se o primeiro turno fosse hoje, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) com 32,50% iria para o segundo turno da disputa pelo Governo de Mato Grosso do Sul e teria como adversários ou o ex-governador André Puccinelli (PMDB), com 24,58%, ou o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com 23,17%, que aparecem tecnicamente empatados pela margem de erro de 2,05% para mais ou para menos.

 

O índice dos votos brancos e nulos é de 11,64% e o de indecisos 3,88%. Dos demais citados, Ricardo Ayache (PSB) tem 3,60%, Humberto Amaducci (PT) 0,42% e Cláudio Sertão (Podemos) 0,22%. Num segundo cenário, com o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa como candidato do PMDB em vez de André, Odilon aparece com 36,56% e Azambuja com 32,37%, numa diferença de apenas 4,19 pontos próxima do limite da margem de erro de 4,10 pontos. Nesse caso, Waldeli lidera o bloco de trás com 4,83%, Ayache tem 3,83%, Amaducci 0,44% e Sertão 0,24%. Conforme o jornal, a pesquisa foi feita de 9 a 17 de dezembro nos 79 municípios de MS com 2.285 eleitores.

 

MP com Marco Eusébio – Entrelinhas da Notícia