Peixarias possuem produtos irregulares recolhidos pela PMA, Vigilância Sanitária, Decon e Procon na Capital

0

Campo Grande (MS) – Em ação conjunta  entre  equipe de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e  Trabalho – Sedhast e integrantes da Policia Ambiental, da Vigilância Municipal em Saúde e Delegacia do Consumidor – Decon/MS foi realizada  verificação em peixarias de Campo Grande em atendimento a denúncias de consumidores.

Dos  quatro estabelecimentos visitados, dois apresentaram irregularidades idênticas, o que levou à expedição de auto de infração pelo Procon Estadual e recolhimento de produtos impróprios pela Vigilância Municipal. Entre os problemas encontrados tanto na peixaria Rio Sol como na Moura, destaque para a ausência de preços nos produtos, itens  expostos à venda sem informações necessárias como é o caso de data em que  foram embalados, data de validade, identificação do produto (espécie de peixe), procedências (se de rio ou cativeiro).

Devido as irregularidades, todos os produtos expostos sem as informações essenciais foram recolhidos pela Vigilância em Saúde  de Campo Grande para verificação e possível descarte. Lembramos que  todo consumidor que se sentir prejudicado na relação de consumo deve entrar em contato com o Procon Estadual e formalizar  denúncia para que possam ser tomadas as providências necessárias, notadamente a fiscalização.

 

 

Foto: Procon/MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui