PM em luto: ex-comandante da Polícia Militar morre em Campo Grande

0

O coronel da PM, Geraldo Garcia Orti, estava internado em estado grave no Hospital do Proncor, em Campo Grande, após ter contraído uma infecção generalizada.

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (7) o ex-comandante geral da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul e assessor do Tribunal de Justiça do Estado, Coronel Geraldo Garcia Orti, 61 anos, segundo comunicado de sua família.

Orti estava internado em estado grave no Hospital do Proncor, em Campo Grande, após ter contraído uma infecção generalizada.

O coronel comandou a corporação entre 2007 e 2009 e até antes a sua internação era assessor do Tribunal de Justiça do Estado.

Ele estava internado na unidade hospitalar, na Chácara Cachoeira, em coma induzido, respirando mecanicamente e o estado é bastante delicado.

 

Nota de falecimento

“É com pesar que venho informar o falecimento do meu companheiro Geraldo Garcia Orti. Mais tarde informamos o horário do velório que será no Grande Palácio Maçônico GOB em Campo Grande MS”, disse em mensagem enviada a amigos do militar a sua esposa Rose.

 

 

Carreira na PMMS

 

Orti era natural de Bela Vista. Fez o Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, no período 1978-1980. Chegou ao posto de coronel pelo critério de merecimento, em 25 de dezembro de 2000.

O oficial sai da chefia da 2ª Seção (Serviço Reservado) do Estado-Maior da Polícia Militar para comandar o DOF (Grupo de Operações de Fronteira), e Dourados, organização formada por policiais civis e militares.

Geraldo Garcia Orti também chegou a ocupar temporariamente o cargo de comandante-geral da Polícia Militar, de 23 de outubro a 14 de novembro de 2002

Deixe uma resposta