Prefeitura de Campo Grande vai recapear 16 ruas em diferentes regiões da cidade

0

A Prefeitura de Campo Grande vai executar mais 17 quilômetros de recapeamento em 16 ruas de quatro regiões urbanas da cidade. O trabalho foi possível com a economia de R$ 10 milhões obtida na concorrência das empresas participantes em duas licitações para contratação de obras   de recuperação da malha viária urbana. Nos últimos 90 dias, foram feitos mais de 37 km abrangendo 31 ruas. A ação integra o Reviva Mais Campo Grande, projeto de mais de R$ 1,3 bilhão de investimento em 55 obras e geração de mais de 24 mil empregos.

Com o saldo de R$ 5 milhões do contrato em andamento, para recapeamento de 31 ruas, serão feitos mais 8,7 km em 9 ruas e mais o entorno da Praça Newton Cavalcante, confluência das avenidas Tiradentes, Afonso Pena e Duque de Caxias. Na região urbana do Lagoa, o recapeamento abrangerá as avenidas Tiradentes (Bairro Amambai), Joaquim Dornelas, Melvin Jones (acesso ao Conjunto União na Vila Anahay) e as ruas Franklin Espíndola (acesso à Vila Militar da Base Aérea) e Lúcia Martins Coelho.

Já com recursos remanescentes do Finisa (financiamento contratado pela junto à Caixa Econômica Federal), que ano passado garantiram a execução de 27 km de recapeamento, serão feitos mais 8,6 km de asfalto novo. Estão no planejamento trechos que complementarão o trabalho realizado ano passado em ruas do Jardim São Lourenço, Tiradentes e Arnaldo Figueiredo. A Avenida Eduardo Elias Zahran será recapeada entre as ruas Joaquim Murtinho e Nicomedes Vieira (que já em o recapeamento contratado) Receberão asfalto novo algumas ruas transversais à Zahran, como a Professor Xandinho, Everest e Itajaí.

Será complementado o recapeamento na Avenida José Nogueira Vieira, que se estenderá até a Rua dos Engenheiros, no Arnaldo Figueiredo. O mesmo serviço será feito na Avenida Marquês de Pombal e na Rua Soldado Reinaldo de Andrade (ligação do Arnaldo Figueiredo com o Parque dos Poderes). Está no planejamento ainda aplicar novo pavimento nas ruas Dona Ziza, Cândido Lima e Avenida Rouxinol.

O que já foi feita em 2021

Do contrato de 35 km de recapeamento em andamento, falta concluir 13 km. No Bairro Santo Eugênio, o serviço entra na última etapa, com o recapeamento da Rua Paraisopolis. Estão com asfalto novo as ruas dos Democráticos, Vitor Meirelles e Professor Hilário Rocha.

“O recapeamento deixa o trânsito mais seguro, além de resultar em economia com tapa-buraco”, comenta o advogado Paulo Rodrigues, residente na Rua dos Democráticos.

No Carandá Bosque, a Vitório Zeolla já está com novo pavimemto. Semana quem a frente de serviço chegará a Rua dos Andradas, último trecho na região do Santo Amaro, que nesta etapa recebeu recapeamento. O serviço foi feito na Avenida Aeroporto; Capibaribe Ministro José Linhares; Murilo Rolim, Café Filho e Yokoama.

A programação da região urbana do Anhanduizinho foi concluída na Avenida Gunter Hans, Campestre, Santa Quitéria, Lagoa Dourada, Divisão e Ana Luiza de Souza. No Nova Bandeirantes, o corretor Paulo Mussi, que mora no bairro há 40 anos, conta que o serviço era esperado há 30 anos. O asfalto antigo estava muito comprometido, afetado principalmente pelo tráfego de caminhões.

Com saldo de recursos do PAC Pavimentação, estão com nova pavimentação das ruas Veridiana (Estrela do Sul); do Seminário e Avenida Padre João Falco (Jardim Seminário); Presidente Castelo Branco; Rio de Janeiro; Francisco Abrão; Meirelles (Coronel Antonino) e Avenida Monte Castelo. Desde 2017 foram feitos 124 km de recapeamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui