Procon autua plano de saúde Brasil Vantagens por propaganda enganosa

0

Campo Grande (MS)-  Em atendimento a denúncias de consumidores e com objetivo de averiguar a veracidade das queixas, equipe de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast realizou atos simulados tendo constatado publicidade enganosa na divulgação de pseudos benefícios que seriam oferecidos pela empresa BRV Gestão Administrativa & Benefícios S/A, cujo nome de fantasia é Brasil Vantagens.

A empresa em questão, no afã de conseguir associados, mantém divulgação em suas redes sociais entre as quais instagran e facebook, vantagens que seriam auferidas tais como preços reduzidos em tratamentos de saúde  em clinicas e hospitais particulares e na aquisição de medicamentos em redes de farmácias o que, na  realidade,  não ocorre, induzindo o consumidor a erro e, com isso,  lesando a boa fé daqueles que, levados pela possibilidade de obter economia, decidem se associar.

Na propaganda consta que o associado  teria direito a consulta em hospitais por apenas R$ 40,00 e, conforme verificado em duas unidades que constam como conveniadas. Em uma delas (Hospital São Lucas) a informação repassada  foi de  que o beneficiário da BRV deveria pagar R$ 100,00 pela consulta. Enquanto na outra (Hospital Evangélico), o valor cobrado é de, no mínimo, R$ 60,00. Ficou constatado, também que os pagamentos devem ser feitos exclusivamente em dinheiro e isso não consta em local algum das publicidades.

Constatou-se, também que profissionais e clínicas que constam na lista aposta no site da empresa como conveniados não possuem qualquer vínculo com a empresa. Este é o caso da Clinica dos Olhos, Centro Especializado em Visão e médicos como o doutor Guilherme Luiz Bertão que ao serem contatados, negaram atender pessoas como associados da Brasil Vantagens.

Ainda nas redes  sociais  da Brasil Vantagens consta que, havendo necessidade de aquisição de medicamentos, o associado teria direito de pagar com descontos em qualquer das 2.100 unidades da rede Drogasil e Droga Raia. Entretanto consultados, representantes das redes informaram não haver desconto especial pelo uso desse convênio e que “os consumidores são beneficiados apenas com os descontos normais oferecidos pelas farmácias independentemente de convênio”.

Na tentativa de  convencer possíveis associados, a publicidade está mostrando erros inclusive na formulação do texto, uma vez que consta “hospitais particulares” dando a entender que seria vários. O problema se agrava nesse tempo de pandemia por não dar garantia ao associado que, se necessitar, teria leitos disponíveis em unidades hospitalares. Em função das irregularidades, a empresa foi autuada.

 

 

Foto : Procon/MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui