4 homens foram sequestrados, torturados e mortos na fronteira; 2 eram sobrinhos de Fahd Jamil

Motivo da matança teria sido uma discussão durante uma festa, e não disputa territorial, segundo informações

0

Quatro corpos foram encontrados na manhã desta quinta-feira (25), em área rural de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Eles estavam enterrados em cova rasa e tinham marcas de tortura. As vítimas foram identificadas como Riad Salem, Felipe Bueno, Muriel Correia e Gustavo. Riad e Muriel eram sobrinhos do empresário Fahd Jamil, conhecido como “Rei da Fronteira”.

Todos seriam empregados de Flavinho Jamil Geroges – filho de Fahd. Conforme informações iniciais, os assassinatos podem ter sido cometidos por vingança a uma discussão ocorrida há alguns dias durante uma festa de aniversário entre Flavinho e um mafioso da fronteira. Como não encontraram o filho de Fahd que seria o alvo, os criminosos se vingaram nos parentes e empregados. Três dos mortos foram levados segunda-feira à noite de um cassino, em Pedro Juan Caballero, enquanto o quarto, Felipe Bueno, teria sido arrancado de uma aeronave, em Ponta Porã.

Alguns dos corpos tinham pedaços de metal e sacos de plástico na cabeça, além de marcas de tiros de fuzil. Forças policiais estão se deslocando da Capital para a região de Fronteira, para garantir a segurança da população, caso haja algum tipo de retaliação 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui