UCDB investe R$ 10 milhões em pesquisas para alavancar MS

0
29

Estudos desenvolvidos pelo INCT são voltados para a criação de medicamentos veterinários

Veja as últimas notícias da UCDB para você que está interessado em UCDB

 

Enquanto universidades e grandes conglomerados de educação anunciam corte de gastos e demissões de mestres e doutores, a Universidade Católica Dom Bosco segue investindo em uma de suas principais áreas: a pesquisa. Somente neste ano, serão investidos mais de R$ 10 milhões em diversos projetos científicos mantidos pela Instituição.

 

A produção de ciência que impacta no dia-a-dia das pessoas é visível na UCDB. Grupos de pesquisas de diferentes áreas estudam, por exemplo, questões ligadas à saúde mental, novos fármacos, equipamentos, impactos de políticas públicas em comunidades e na educação e até mesmo a melhoria na agropecuária e setores produtivos, que refletem diretamente em cada um de nós. “O desenvolvimento regional é perceptível. Seja na área da educação, do desenvolvimento local, da saúde e tantas outras às quais os nossos programas estão ligados”, destacou o Reitor da UCDB, Pe. Ricardo Carlos.

 

O aumento de patentes e de transferência de tecnologia, bem como, as empresas incubadas são um grande termômetro dos resultados da ciência na Católica. “O número de patentes só cresce, assim como a quantidade de empresas e universidades nacionais e internacionais que nos procuram para parcerias. Temos infraestrutura, recursos humanos e investimento constante, para que isso só cresça — e a maior beneficiada será a sociedade”, avaliou o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Cristiano Marcelo Espinola Carvalho.

 

“A pesquisa na UCDB está dividida entre os programas Stricto Sensu, o Programa de Iniciação Científica (Pibic) e bolsas de pesquisadores. Desde que os programas de mestrado foram criados — que depois se tornaram doutorados — os investimentos têm continuado e aumentado todos os anos”, analisou Cristiano.

 

O professor reforça que o pagamento de bolsas para pesquisador é um avanço da Instituição. “Em outras universidades, o docente recebe pelas horas de aula que leciona. Na UCDB, além dessa carga horária, temos as bolsas, oferecidas em editais abertos a todos os professores, para que se dediquem aos seus projetos. Além disso, temos um constante investimento em capacitação para que os docentes saiam para mestrado e doutorado com bolsas, apoio na publicação científica (taxas de publicação e revisão de artigos para a língua inglesa) e na participação em eventos científicos para apresentações de trabalhos aceitos”, enumerou.

 

Os programas de mestrado e doutorado abrangem as áreas de  Biotecnologia, Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária, Desenvolvimento Local, Educação, Psicologia, além do Mestrado Internacional em Desenvolvimento Territorial Sustentável, com titulação reconhecida em quatro países (França, Itália, Bélgica e Brasil).

 

Universidade

 

A pesquisa Stricto Sensu é um grande diferencial das universidades em relação aos centros universitários e as faculdades. “Ter pesquisa reflete diretamente na formação acadêmica e nos recursos humanos que estamos entregando para a sociedade. Não há dúvidas de que um aluno que teve a oportunidade de conviver com pesquisadores, que conhece a metodologia, que faz parte de um grupo de pesquisa tem uma formação mais completa”, destacou Pe. Ricardo Carlos.

 

Na Católica, anualmente, cresce o número de acadêmicos participantes do Pibic. Atualmente, são cerca de 400, em todas as áreas do conhecimento, que já começam a produzir ciência ainda na graduação. “Muitos deles continuam na carreira da pesquisa, depois de formado e se tornam os grandes produtores de conhecimento do nosso País”, concluiu o Reitor.

 

Nas faculdades e centros universitários, a pesquisa e a extensão não são prioridades devido ao número menor de áreas do conhecimento em seus cursos. Com um corpo docente de mais de 80% de mestres e doutores a UCDB cumpre o seu papel de universidade, por meio do compromisso social e da produção de ciência, oferecendo a sociedade agentes de transformação.

 

INCT

 

Um reflexo da importância da UCDB na região Centro-Oeste é a liderança e implantação do primeiro Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul, o Bioinspir, que tem como proposta desenvolver medicamentos para uso veterinário a partir de partículas encontradas na fauna e na flora brasileira.

 

Desde 2015, quando o Instituto foi criado, estudos são desenvolvidos por mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos que integram os programas de pós-graduação em Biotecnologia e em Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária da UCDB, com o apoio de acadêmicos da iniciação científica. Além disso, o INCT conta com a participação de 220 pesquisadores associados, de 22 instituições em 18 países diferentes.

 

 

Fonte: UCDB/ Silvia Tada