Poucas horas após morte de jovem de 27 anos, Coronavírus faz mais uma vítima em MS e óbitos sobem para 20

0
Morte ocorreu no Hospital Regional da Capital / Foto: Divulgação

Pouco mais de 24 horas após Mato Grosso do Sul registrar a morte da venezuelana Rulesis Esther Hernandez, de 27 anos, em decorrência do novo coronavírus (Covid-19), a doença matou mais uma pessoa. Conforme divulgado hoje (31) pela Secretaria de Saúde do Estado (SES), caminhoneiro, de 61 anos, morreu neste sábado (30), em Campo Grande. No Estado, já são 20 óbitos e na Capital, sete.

O homem recentemente tinha feito viagem ao interior de São Paulo, onde há suspeita de que tenha sido contaminado. Foi internado no dia 26 de maio, no Hospital Regional Maria Aparecida Pedrossian, e faleceu ontem à tarde. O paciente foi diagnosticado com coronavírus no dia 23 com sintomas como febre, dor de garganta, desconforto respiratório e tosse. Ele tinha histórico de diabetes e hipertensão.

De acordo com a Secretaria, também neste sábado um idoso de 67 anos morreu em Corumbá, devido a Covid-19. Porém, trata-se de um cidadão boliviano e, por isso, não computa para Mato Grosso do Sul.

Dados
Segundo Boletim Epidemiológico, são sete mortes em Campo Grande, cinco em Três Lagoas, duas em Batayporã, uma em Paranaíba, uma em Vicentina (ocorrida no Estado de São Paulo), duas em Dourados, sendo a da Venezuelana e uma douradense que morreu em Tocantins, além de dois óbitos em Brasilândia. Até ontem eram 1.418 casos positivos no Estado.

Morte anterior

A venezuelana Rulesis Esther Hernandez, de 27 anos, que não resistiu a complicações da doença e morreu na manhã de sexta-feira (29), em Dourados, não tinha histórico de problemas de saúde. A suspeita é que ela tenha contraído o vírus do marido que trabalha em frigorífico da cidade. Rulesis é a pessoa mais jovem a perder a vida para a Covid-19, em Mato Grosso do Sul.

Laura Holsback

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui