Vereador Coronel Alírio Villasanti defende políticas públicas para a Saúde Mental 

0

O vereador Cel Alírio Villasanti participou nesta segunda-feira (25) da reunião para discussão e tratativas das políticas públicas fundamentais voltadas para a Saúde Mental. Entre outras possibilidades, foi proposta a realização de Audiência Pública para debater as necessidades, prioridades e eventual  criação de uma Frente Parlamentar Municipal de Saúde Mental, com o objetivo de buscar e implantar soluções exequíveis e necessárias, especialmente em virtude dos impactos causados pela pandemia.

Na ocasião, representantes da medicina, psicologia, psiquiatria, enfermagem, terapia, educação física, serviço social, entre outras áreas, estiveram presentes discutindo o assunto e expondo os pontos relevantes a serem contemplados sob uma visão multidisciplinar e integradora.

“É essencial termos uma Lei Municipal que priorize o diagnóstico seguro da situação atual, e que se certifique das principais demandas, para irmos em busca das soluções”, ressaltou o vereador Cel Alírio Villasanti e ainda completou:

“Uma das prioridades já constatadas é no direcionamento de recursos públicos para atenção básica na saúde. É de fundamental importância que esta audiência pública aconteça para tratarmos do alinhamento das áreas técnica e científica com a política” concluiu.

Entre os representantes, participou a presidente do Conselho Regional de Psicologia, Marilene Kovakski, que em sua fala demonstrou otimismo com a Frente em Defesa da Saúde Mental:

“Estamos juntos, os Legisladores e os técnicos das várias entidades, trabalhando para que haja um lugar para todos em nossa sociedade. Cada um com sua singularidade, sua identidade como sujeito e, especialmente, sendo respeitado em seus direitos de cidadão,  integrado na família e na Sociedade”, afirmou a psicóloga e psicanalista.

O presidente da Câmara, vereador Carlão, colocou toda a estrutura da Casa à disposição para que, junto com os demais técnicos do setor, seja implantada uma política municipal efetiva por meio de lei municipal, que sirva de referência para o Estado de MS e para o País.

Também ressaltou a importância da realização de campanhas educativas  para que, principalmente os cidadãos e seus familiares, saibam como proceder se precisarem de atendimento.

Vereadores e Órgãos representantes: Vereador Cel Alírio Villasanti, Vereador Marcos Tabosa, Vereadora Camila Jara, Vereador Professor André Luiz, Vereador e presidente da Câmara, Carlão, Elódia Maldonado (Gerente Técnica da Residência Terapêutica Moinhos de Vento), Marilene Kovalski (Presidente do Conselho Regional de Psicologia – CRP), Ricardo Bueno (representante do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social em MS), entre outros técnicos do setor.

A audiência pública ficou pré-agendada para o final de fevereiro, com data a confirmar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui