43 anos de MS: Reinaldo Azambuja destaca crescimento econômico do Estado

Apesar da crise do coronavírus, Estado tem um dos melhores desempenhos do Brasil

0

Completando 43 anos, Mato Grosso do Sul é um Estado pujante, que tem conseguido atrair indústrias, gerar empregos e investir recursos públicos nas mais diversas áreas. Mesmo em meio a crise do coronavírus, em três meses (de junho a setembro), MS ganhou 9.810 empresas ativas, conforme dados da Junta Comercial (Jucems).

Levantamento deste ano do Centro de Liderança Pública (CLP) mostra que Mato Grosso do Sul é o 6º Estado mais competitivo do país. Foi o 3º em geração de empregos, entre janeiro e julho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e é o 1º em transparência do país, de acordo com os órgãos de controle.

Na avaliação do governador Reinaldo Azambuja, os números dos indicadores econômicos e de gestão são resultado de um trabalho árduo, de muita responsabilidade e planejamento. “Mato Grosso do Sul está entre os estados mais competitivos do país. Com a nossa política de desenvolvimento temos atraído novos investimentos, diversificado nossa economia e agregado valor à produção local”, afirmou.

A pandemia também não impediu o Governo do Estado de fazer obras nos 79 municípios. E para o próximo ano, Reinaldo Azambuja espera resultados ainda melhores. “Estudos técnicos mostram que vamos ser o Estado com melhor desempenho do país em crescimento econômico em 2021, reflexo dos nossos esforços para superar a crise. Agimos o tempo todo para evitar impactos maiores tanto na economia quanto na vida dos sul-mato-grossenses”, disse o governador.

“Apesar da pandemia, continuamos levando investimentos nas mais diversas áreas a todos os 79 municípios. Somos o quarto Estado que mais investe no país e o primeiro no ranking de transparência”, finalizou.

Foto: Chico Ribeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui