‘Chega de Blá Blá Blá’: Governador quer fechar as Fronteiras

0

O governador do Estado de Mato Grosso do Sul Reinaldo Azambuja, voltou a exigir que o Governo Federal se responsabilize pela segurança nas fronteiras do Brasil com países vizinhos.  Em entrevista à imprensa, nesta sexta-feira (16), Azambuja reiterou que as polícias de Mato Grosso do Sul tomam conta das divisas territoriais entre Brasil, Bolívia e Paraguai, mesmo sendo a faixa de fronteira responsabilidade da União. Para o governador, a presença conjunta da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e das Forças Armadas nas divisas do País é a solução para diminuir a violência nos grandes centros brasileiros, como Rio de Janeiro e São Paulo. Confira abaixo a íntegra da fala do governador.

 

“Nós não precisamos de mais reunião para discutir fronteira. O que precisa é ação, que o Governo Federal realmente entenda que se não colocarmos forças federais na fronteira vai acontecer o que nós estamos vendo no dia a dia nas grandes cidades – acabamos perdendo a guerra para o tráfico e para o crime organizado. Temos que fechar as fronteiras do Brasil, colocar a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e o Exército para fazermos uma blindagem nas fronteiras. Aí eu não tenho dúvida que vai diminuir muito os problemas do Rio de Janeiro, de São Paulo e dos grandes centros. Agora é ação. Nós estamos prontos e estamos ajudando o Governo Federal, pois quem cuida das fronteiras de Mato Grosso do Sul hoje é o DOF e a Polícia Militar Rodoviária. Agora, queremos ver se eles [Governo Federal] vão montar o Núcleo de Inteligência de Fronteira, que foi prometido por quatro ministros da Justiça e não foi cumprido por nenhum. Espero que agora, com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, eles possam implementar essas ações para dar efetividade no trabalho de segurança das fronteiras”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui