Choque apreende quase duas toneladas de maconha em Campo Grande; um menor também estava na bronca

0

A Policia Militar de Mato Grosso do Sul, através do Batalhão de Choque, durante a Operação Hórus, recebeu denúncia anônima na sexta-feira (07) que, uma quadrilha de traficantes estariam agindo em um galpão, no bairro Jardim Panorama, em Campo Grande.

As equipes do Batalhão de Choque se deslocaram até o endereço e visualizaram uma caminhonete S10 cor prata, estacionada em frente ao galpão. Ao perceberem movimentação suspeita dentro do estabelecimento, os policiais adentraram ao local e se depararam com três pessoas com idades 35, 36 e um menor de 16 anos. Os mesmos estavam descarregando fardos de substância análoga à maconha do interior de um veículo Toyota SW4, cor cinza.


Diante da situação de flagrante, foi dada voz de prisão aos indivíduos que então tentaram se desvencilhar dos fardos e fugir do local.


Após conter os autores, as equipes realizaram buscas no estabelecimento vindo a lograr êxito em localizar nos cômodos do galpão diversos fardos de droga análoga à maconha, que após a devida pesagem, totalizaram 1724,8kg, conforme laudo da DENAR.

Ao questioná-los sobre a origem da substância, o homem de 35 anos, relatou que pegou o veículo SW4 na esquina do galpão e que estava carregada com droga, que descarregaria a substância no galpão e os demais autores estariam no local para ajudá-lo a descarregar.

O homem ainda se identificou como proprietário do veículo S10 e alegou usar a caminhonete para fazer o deslocamento e movimentação da quadrilha até o galpão, que então ao realizar buscas no referido veículo a fora localizado no interior do carro uma grande quantidade de dinheiro.

Ao questioná-lo sobre a origem do dinheiro, relatou que era o pagamento para descarregar a droga no local. De posse de tais informações as equipes encaminharam a substância apreendida e os veículos à DENAR, os indivíduos foram encaminhados à DEPAC CEPOL e apresentados ao policial civil plantonista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui