Com força tarefa já montada, MS começa imunização logo na chegada das vacinas

0

A força-tarefa já está montada e os insumos necessários estão preparados para o início da imunização da Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Nesta segunda-feira (11), o Secretário de  Saúde Geraldo Resende afirmou que a vacinação começa logo na chegada das doses ao Estado.

Segundo ele, as expectativas são positivas. “Por ora, ainda não temos uma data e horário definidos pelo Ministério da Saúde para o início da imunização. As remessas das vacinas serão enviadas de forma proporcional à população”. Ministério da Saúde que recentemente sinalizou a possibilidade de início de vacinação entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro.

Caso confirmem as projeções do Ministério da Saúde, o Governo do Estado estará preparado para receber as 1.781.246 doses de vacina, onde se estima imunizar 890.623 pessoas, conforme preestabelecido pelo PNI.

Em ação estratégica, a SES com apoio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) por meio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar, montaram uma força-tarefa para que as doses da vacina cheguem de forma simultânea e segura, dentro de até 48 horas, aos 79 municípios do Estado após liberação do Ministério da Saúde.

Segundo o Governo do Estado, o Plano de Imunização segue em construção pelo Ministério da Saúde e pode haver atualizações, principalmente quanto aos grupos prioritários que estão sendo definidos pelo PNI divididos em fases de imunização. As atualizações também poderão ocorrer nas ações estratégicas já preestabelecidas pela SES.

Com relação aos insumos para os imunobiológicos, Mato Grosso do Sul possui em estoque a quantidade necessária de seringas e agulhas para o serviço de imunização. O Estado possui 2.526.393 agulhas e seringas e está com processo em andamento para aquisição de mais 5 milhões.

Quanto ao ‘plano B’, em que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, formalizou protocolo de intenções junto ao Instituto Butantan para compra de 1,7 milhão de doses de vacina da Covid-19 para imunizar 850 mil pessoas abrangendo todos os municípios de Mato Grosso do Sul, segue mantido até que se concretize de fato uma definição por meio do Ministério da Saúde quanto ao PNI, medida que é defendida pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui