Combate ao suicídio: para ajudar militares e seus familiares, policial funda igreja em Campo Grande

1

Aconteceu no sábado (14), a inauguração do espaço físico da Comunidade Cristã Oficina da Família, uma igreja que surgiu com a proposta de acolher e apascentar integrantes das forças de segurança de MS.

 

O evento contou com a presença de Oficiais e Praças da PMMS, Policiais Civis, Bombeiros Militares, agentes da Polícia Federal, líderes religiosos e empresários.

 

Na ocasião, também estiveram presentes o Coronel PM Wilson Sérgio Monari (Cmt do CPM), Coronel PM Alírio Villasanti (presidente da AOFMS) e o Major Maurício Flores, representando o Comandante Geral Waldir Ribeiro Acosta.

Pastor Eder e Pastora Angela, líderes da igreja, junto com seus filhos. (Divulgação, CCOF)

 

A igreja é uma extensão da UCMEM/MS (União Cristã dos Militares e esposas de Militares de MS), que iniciou em 2016. Na ocasião apenas mulheres militares e esposas de militares faziam parte do projeto, com o passar do tempo, a família militar foi sendo agregada.

O projeto que surgiu há três anos na capital, foi idealizado pela esposa de policial militar, com a finalidade de promover inicialmente a integração apenas de policiais femininas e esposas de Militares.

 

Com o passar do tempo, o projeto foi tomando forma, ao ponto de envolver toda a família, surgindo a ideia da implantação de uma igreja que pudesse propor através da fé e do evangelho, uma transformação de vida, das convicções e da saúde emocional dos homens e mulheres da farda.

 

O suicídio é um fenômeno complexo, muito evidente e tem atingido os policiais na atualidade.

Em Mato Grosso do Sul, só em 2019, três policiais cometeram suicídio.

 

Em parceria com psicólogos e terapeutas, a CCOF vai promover em diversos bairros da cidade, campanhas e palestras com o foco na prevenção ao suicídio, detecção dos sintomas e reconhecimento dos sinais de alerta no cotidiano dos policiais.

 

A nova igreja que tem como líderes o policial militar Eder Dutra e sua esposa Angela Dutra, cantora e ativista de movimentos sociais no estado, está localizada na região norte da capital, com atividades semanais e reuniões aos domingos no período noturno.

 

Melhores informações podem ser obtidas pelo fone: (67) 99217-4323

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui