Conselheiro do Tribunal de Contas é preso em operação que investiga máfia do jogo do Bicho

Jerson Domingos foi preso em nova fase da Operação Omertá, que investiga assassinatos cometidos pela família Name

0

O ex-presidente da Assembleia Legislativa e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Jerson Domingos foi preso em sua fazenda na manhã desta quinta-feira (18) na terceira fase da Operação Omertá, que investiga assassinatos cometidos por uma quadrilha liderada por Jamil Name e Jamil Name Filho.

Jerson, que é cunhado de Jamil, deve ser levado para a sede do Garras.
Além dele, também foram presos o delegado da Polícia Civil Márcio Obara, que foi titular da Homicídios que investigou o assassinato de Matheus Coutinho, fato que deu início à operação Omertá, no ano passado; Cynthia Name, sobrinha de Jamil e secretária de Jerson , além de mandados cumpridos em propriedades de Fahd Jamil, que também é amigo de Jamil Name.

A nova fase da Omertá acontece em um momento após o ministro Marco Aurélio Mello conceder habeas corpus para Jamil Name retornar do presídio federal em Mossoró (RN) para Campo Grande. O hc foi concedido em liminar, porém, foi enviado ao plenário do STF para revisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui