Defesa de Bolsonaro alega problemas de visão para justificar impressão de documento sobre decreto de estado de sítio

0
106

A defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro, do Partido Liberal (PL), alega que a impressão do documento que anunciava a decretação de estado de sítio e da garantia da lei e da ordem foi necessária devido a problemas de visão.

Segundo os advogados, Bolsonaro não costuma ler textos em seu telefone celular devido ao tamanho limitado da tela e à necessidade de lentes corretivas.

A nota divulgada pelos advogados também destaca que o documento encontrado no escritório de Bolsonaro já era conhecido da Polícia Federal (PF) e foi enviado pelo advogado Paulo Cunha Bueno em outubro do ano passado. Os argumentos foram encaminhados ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou a operação da última quinta-feira.