Mulher é indiciada por tortura após queimar a mão da filha com colher quente

0
33

Uma mulher de 35 anos foi indiciada pelo crime de tortura contra sua própria filha, uma adolescente de 13 anos, em Bataguassu, a 340 quilômetros de Campo Grande. O caso veio à tona após a mãe queimar a mão da garota com uma colher quente como forma de castigo.

Segundo a Polícia Civil, a denúncia foi recebida anonimamente, levando dois conselheiros tutelares até a residência da família. A vítima relatou que havia pego R$ 50 do pai para comprar um chinelo sem o conhecimento dos pais. Ao descobrir a situação, o pai informou à mãe, que então esquentou uma colher no fogo e a pressionou contra a palma da mão da filha, causando queimaduras de segundo grau e sofrimento físico e mental.

O ato foi testemunhado pela irmã mais nova da vítima, de 8 anos, e teria tido o consentimento do pai. A mãe confessou o ato, justificando que a filha apresentava comportamentos inadequados há algum tempo e mencionou que a filha admitiu ter pego uma quantia significativa de dinheiro anteriormente, o que a levou a tomar essa ação extrema.

O pai confirmou que a mãe queimou a mão da filha, mas disse que não presenciou o ato e só soube posteriormente. Ele também afirmou que a filha ficou vários dias sem dormir devido às dores das queimaduras.

Após as investigações, a Polícia Civil encerrou o caso e indiciou a mulher por tortura, encaminhando o inquérito ao Ministério Público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui