Na captura de assassinos de Jornalista, operação prende 10 suspeitos nessa madrugada. 3 brasileiros, 6 paraguaios e um boliviano

0

Tentando localizar os assassinos do jornalista Léo Veras, executado com 12 tiros no no último dia 12, o Ministério Público e a Polícia paraguaia realizaram uma mega operação que teve início na madrugada deste sábado (22) e terminou às 07:00 horas. A batida policial foi realizada em dezenove residências localizadas na área urbana e rural da cidade de Pedro Juan Caballero.

Foram apreendidos:

4 armas 9 mm. Glock, 1 pistola de réplica, 2 revólveres, 1 espingarda, 6 carregadeiras Glock, 5 veículos (um deles um modelo branco Jeep Renegade, de acordo com as indicações, seria o veículo usado pelos pistoleiros no homicídio do jornalista Leo Veras), munição de diferentes calibres, telefones celulares, vários documentos, dinheiro, equipamento de DVR, câmeras.

A operação foi realizada pela equipe do Departamento Contra o Crime Organizado do Ministério Público, juntamente com o Departamento de Investigação de Amambay e equipe do Departamento de Investigação de Homicídios, sob a direção de uma equipe de promotores.


Foram presos:

1 – ARNALDO COLMÁN, paraguaio, solteiro, 32 anos.

2- ANDERSON RIOS VILHALVA, Paraguai, solteiro, 31 anos.

3- PAULO CESPEDES OLIVEIRA, paraguaio, solteiro, 40 anos.

4- OSCAR DUARTE, paraguaio, solteiro, 30 anos.

5- MARCOS AURELIO VERNEQUEZ SANTACRUZ, paraguaio, solteiro, 31 anos.

6- LUIS FERNANDO LEITE NUNEZ, brasileiro.

7- CYNTIA RAQUEL PEREIRA DE LEITE, paraguaya.

8- SANÇAO DE SOUSA, Brasileira, Brasileira.

9- LEONARDO DE SOUSA CONCEPCIÓN, brasileiro, sem documento de identidade.

10- JUAN VICENTE JAIME CAMARO, de nacionalidade boliviana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui