PF derruba esquema de lavagem de dinheiro para o tráfico de drogas em Campo Grande, mais quatro estados e no Paraguai

0
Divulgação PF

Na manhã desta sexta-feira (11) a Polícia Federal (PF) deflagra Operação Status, comandada pelo Mato Grosso do Sul. A “caça” aos “laranjas” do tráfico internacional de drogas acontece em Campo Grande, Ponta Porã, Dourados, no Paraguai e em cidades de mais quatro estados brasileiros, sendo eles São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Mato Grosso.

Procuradoria, Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (SENAD) e Polícia Federal desmantelam a organização dedicada ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, através de casas de câmbio, lojas de carros de luxo e empresas com capacidade de mobilizar grande quantidade de dinheiro.

Divulgação PF

Os policiais federais cumprem, ao todo, oito mandados de prisão preventiva e 42 de busca e apreensão. No Paraguai ocorre o cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em coordenação com a SENAD em doze locais nas cidades de Assunção e Pedro Juan Caballero.

Divulgação PF
Divulgação PF

Ordens para sequestro de bens totalizam R$ 230 milhões em patrimônio de traficantes no Brasil e no Paraguai. Em solo paraguaio, estão sendo sequestrados dez imóveis, no valor aproximado de R$ 150 milhões. Já no Brasil, além dos 42 imóveis, estão sendo sequestrados e apreendidos também duas fazendas, 75 veículos, embarcações e aeronaves, com valores somando R$ 80 milhões em patrimônio adquirido pelos líderes da Organização Criminosa.

Segundo a PF, a operação foi batizada de “Status” devido ao estilo de vida em alto nível mantido pelos líderes criminosos, com “participações em eventos de arrancadas com veículos esportivos de alto valor, contratação de artistas famosos para eventos pessoais e residências de luxo”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui