Polícia leva 114 para a cadeia em operação contra violência doméstica em MS

0

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, por meio do Departamento de Polícia do Interior – DPI, concluiu nesta quinta-feira (27), a Operação desencadeada para prevenir e combater a violência contra as mulheres, visando redução desses índices, assegurando proteção e a garantia dos direitos.

A operação foi realizada entre os dias 24 e 27 de maio, onde foi dado cumprimento a 114 Mandados de Prisão de autores de violência doméstica e ainda de outros crimes, cujos autores foram localizados no decorrer da operação, sete Mandados de Busca e Apreensão e cinco Autos de Prisão em Flagrante.

Durante as ações foram realizadas representação por prisões preventivas nos casos de descumprimento de medidas protetivas.

A Regional de Naviraí, em trabalho conjunto com a Delegacia de Polícia Civil de Terra Nova do Norte-MT, onde foi dado cumprimento ao Mandado de Prisão expedido pela Comarca de Naviraí-MS, por Estupro de Vulnerável, naquela cidade.

A Delegacia de Polícia de Japorã realizou mutirão na Aldeia Porto Lindo, visando a conclusão dos procedimentos de Violência Doméstica em tramitação, bem como, informação e orientação com relação a Lei Maria da Penha.

Nesta ação foram realizadas 26 oitivas, sete indiciamentos, seis notificações, duas representações e uma Medida Protetiva. Em razão do excelente resultado obtido, este tipo de ação será estendido as outras Unidades daquela Regional.

Destaca-se que as diligências terão continuidade objetivando garantir a segurança e os direitos da mulher, onde são necessárias ações coordenadas por parte do Estado, visando o combate à violência e a consequente garantia de seus direitos.

Delegacias Regionais

Na DRP de Três Lagoas foram cumpridos dois Mandados de Prisão por lesão corporal dolosa e dois por ameaça, além de um de busca e apreensão.

Na Regional de Ponta Porã foram seis Mandados de Prisão por lesão corporal dolosa e três por ameaça, além de um de busca e apreensão.

Jardim, um por lesão corporal dolosa, três por ameaça e um por descumprimento de medida protetiva.

Na Regional de Coxim foram cumpridos cinco mandados de prisão por estupro e um por feminicídio tentado.

A Regional de Dourados totalizou 10 mandados de prisão, sendo quatro por lesão corporal dolosa, cinco por ameaça e um por estupro.

DRP Corumbá foi a que mais realizou registros, sendo: cinco por lesão corporal dolosa, um por ameaça e 47 por outros fatos, além de um mandado de busca e apreensão e uma arma de fogo apreendida.

Bataguassu, um mandado por feminicídio, um de lesão corporal dolosa, um por ameaça e um por perseguição (stalker).

Aquidauana registrou um cumprimento de mandado por lesão corporal dolosa e um por ameaça.

Deixe uma resposta