Polícia Paraguaia ‘derruba’ seis envolvidos em sequestro de criança

0

Seis pessoas sendo três funcionários da família do garoto “Pedrinho” (12) foram presas na tarde deste sábado pela Polícia Nacional do Paraguai acusados de participar no sequestro da criança.

O sequestro foi arquitetado por três funcionários da família, sendo dois da empresa do pai do garoto e a empregada doméstica da residência da família. Ela foi identificada como Eunice Ojeda Sanches e seria esposa de um dos presos.

Os outros funcionários envolvidos são Pedro Luís Samúdio e Gustavo Alberto Iturbe Valdez. Os outros presos são César Sebastian Ojeda Sanches, filho de Luís Samúdio, Américo Sanches e Vicente Ramon Pereira Arce, que cumpre pena na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero e era quem fazia as ligações para negociar com a família.

Há pouco em entrevista coletiva policiais paraguaios e brasileiros que trabalham nas investigações disseram que a o trabalho conjunto dos dois países acabou assustando os criminosos. Eles disseram também que as investigações continuam e que pode haver mais prisões.

Pedrinho foi levado por três homens armados na manhã de quinta-feira quando seguia com o motorista da família para a escola e libertado por volta das onze da noite do mesmo dia.

Os sequestradores pediram R$ 1 mi de resgate, mas informações são conta que o valor pago foi bem menor que isso. Os policiais negam que houve o pagamento pela liberdade do estudante.

Certa quantia em dinheiro em notas de dólares foi apreendida com um dos sequestradores. Não se sabe se esse dinheiro é parte do pagamento do resgate.

 

Fonte: MSemFOCO

Deixe uma resposta