‘Sem frescuras’: Governo, Câmara e Prefeitura se unem para destravar R$ 180 milhões

0

Atendendo pedido dos vereadores, o Governo do Estado ampliará a parceria com a Prefeitura pelo Programa Juntos Por Campo Grande e irá destravar mais R$ 180 milhões para obras de infraestrutura na Capital. A solenidade de lançamento do programa será às 19h, desta terça-feira (22), na Câmara Municipal.

As intervenções incluem desde a recuperação das margens do Rio Anhanduí à implantação de corredores de transportes em grandes avenidas, além de obras de infraestrutura em diversos bairros, como o Nova Lima onde já tiveram início os trabalhos de pavimentação asfáltica.
Os recursos são federais com contrapartida do Governo do Estado e execução da prefeitura. “Nós vamos estar juntos com todos os vereadores que fizeram ampla reivindicação tanto ao prefeito quanto ao Governo para um projeto de parceria nos investimentos de Campo Grande com objetivo de melhorar a vida dos campo-grandenses”, afirmou Azambuja na última semana, durante autorização para as obras no Núcleo Industrial.
Parceria

A parceria do Governo com a prefeitura já vem dando resultados positivos. Na primeira etapa do Juntos por Campo Grande, o repasse de R$ 10 milhões foram somados ao mesmo valor da administração municipal e destinados à recuperação de vias com o serviço de tapa-buraco.

Em Campo Grande, o Governo investiu ainda na construção do prédio para o campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (R$ 50,4 milhões); na readequação da rotatória da Avenida Mato Grosso (R$ 1,6 milhões) e no Polo Empresarial Miguel Letteriello (R$ 1,6 milhão). Estão em andamento as obras de drenagem e pavimentação do bairro Aero Rancho (R$ 7,1 milhões); duplicação da Euler de Azevedo (R$ 16,1 milhões); revitalização do Núcleo Industrial Indubrasil (R$ 6,6 milhões); rotatória de acesso ao Outlet Premiun, no anel viário na BR-262 (R$ 1,5 milhão); conclusão do Hospital do Trauma (R$ 1,6 milhão) e conclusão do subsolo do Hospital do Câncer (R$ 1,2 milhão).

Os repasses estaduais para a Saúde na Capital foram de R$ 91 milhões em 2016 e 2017, além do incremento de 28 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Na área da Educação, os repasses para reformas de escolas, uniformes, material didático no ano passado somaram R$ 11,5 milhões. Os recursos estaduais de R$ 10,4 milhões como contrapartida garantiram ainda a construção de 2.066 moradias na Capital. Por meio de convênio, o Governo fará ainda o repasse de R$ 4,9 milhões para aquisição de material para a conclusão das moradias das famílias removidas da ocupação do bairro Cidade de Deus.

Deixe uma resposta